domingo, 22 de dezembro de 2013

Revista Infancia latinoamericana n.09

El juego en la infancia, tema central del número 9 de Infancia latinoamericana
Ya ha salido el noveno número de la revista digital Infancia latinoamericana. Este número, que ha sido coordinado por el consejo de redacción de Perú, tiene como tema central el juego en la infancia.

Cuenta con artículos de Rosina Vanessa (El juego en la educación infantil), Tânia Ramos (Brasil es un país que juega), Regina Moromizato (Los juegos de los niños y las niñas en la selva central del Perú), Alejandra Dubovik y Alejandra Cippitelli(Territorios de Juego y Exploración), Javier Alliaume (Yincana: una experiencia colectiva), Claudia Zarauz (Los juegos libres en los Proyectos de Investigación en el aula), Ramona Bolivar (Cuando los niños juegan), Juan Delvall (El juego, su naturaleza y su necesidad) y Tizuko Kishimoto (El juego, ayer y hoy). Y además, publica una entrevista con la doctora en psicòlogia y fonoaudiologia argentina Mirtha Chokler, especialista en psicomotricidad y seguidora de Emmi Pikler.

Recuerda que para poder descargarte y leer la revista, que es gratuita, antes tienes queregistrarte en la web de revistas de Rosa Sensat

http://www2.rosasensat.org/revistes/infancia-latinoamericana


quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Creche promove palestra “Territórios Geográficos da Infância”



O projeto "Conhecendo melhor a criança", desenvolvido pela Creche Fiocruz, promove palestras com temáticas pertinentes à infância. As apresentações têm como público alvo as famílias e profissionais da área da Educação Infantil.

No mês de novembro, mais uma palestra foi realizada. Desta vez, "Territórios Geográficos da Infância", ministrada pelo doutor em educação Jader Janer Moreira Lopes. A atividade aconteceu no auditório da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV). Estiveram presentes os alunos do curso de Desenvolvimento Profissional em Educação Infantil –promovido pela Creche Fiocruz em parceria com a EPSJV – profissionais da área de educação e correlacionadas e representantes da Creche Fiocruz.

O palestrante abordou temas sobre a Educação Infantil a partir da coligação entre as áreas da Educação e da Geografia e pontuou temáticas pertencentes ao espaço, infâncias e lógicas infantis, analisando o que chamou de “entre-lugares” - aspectos observados durante a pesquisa, iniciada em 2000, com o Grupo de Pesquisas e Estudos em Geografia da Infância.

O professor, que também é Membro do Grupo Gestor da Creche da Universidade Federal Fluminense afirmou que “é possível entender determinadas ações humanas através da espacialidade”. Segundo ele, após os anos de pesquisa realizada na Creche UFF, em que observou crianças de zero a seis anos, foi possível concluir que a criança “cria espaços para além do que existe”, chamando atenção para a importante análise dos espaços que estão ou serão ofertados para as crianças na Educação Infantil.

O Menino Que Colecionava Lugares

Mineiro, professor Jader é autor do livro infantil “O Menino Que Colecionava Lugares”, que conta a história de um menino que tinha medo de esquecer dos lugares por onde andava, então passou a guardar pedaços deles na velha lata que ganhou de sua avó.

Assim como o personagem, o autor também parece colecionar lugares. Sua “multiregionalidade” fica evidente - além do intercâmbio entre as áreas da Educação e da Geografia, ao notarmos em seu currículo a passagem por diferentes lugares, como: Alemanha, onde concluiu o pós-doutorado em Psicologia da Educação, Juiz de Fora (MG), onde atualmente leciona; na Universidade Federal e ainda sua participação como membro do Grupo Gestor da Creche UFF, no Rio de Janeiro.

Apesar disso, o professor parece não ter substituído as lembranças da infância. Quando perguntado sobre o qual lugar é marcante em sua memória, o professor se recorda de quando era criança: “cresci num lugar que não tinha praias em Minas. Lembro das montanhas, da comida feita com colher de pau...”, confirmando a metáfora da lata e os aspectos sobre a “Geografia da Infância”, abordados durante a palestra.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

LEITURA: TEORIA & PRÁTICA

Divulgando o número 61 da Revista LTP, que traz o Dossiê Por uma infância descolonizada .(http://ltp.emnuvens.com.br/ltp)


Divulgação Educação e Realidade - dossiê Didática na Educação Básica

Educação & Realidade receberá, até 31 de março de 2014, artigos científicos inéditos para a seção temática DIDÁTICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA. A seção pretende dar visibilidade a pesquisas que aportem contribuição inovadora ao tema e avanços ao universo de saberes já acumulados no campo da Didática. Uma Didática prescritiva foi sistematicamente objeto de crítica na Educação brasileira principalmente a partir do início dos anos 1980. Desde essa época o debate não deixou de ser intenso, fazendo, de alguma forma, que temas como metodologia, avaliação, métodos, técnicas de ensino e todo um vocabulário aparentemente prescritivo fosse aos poucos abandonado, ou deixado em segundo plano, nas pesquisas. Entretanto, os professores da Educação Básica anseiam, ainda, por caminhos objetivos, exemplos e metodologias que sejam capazes de r esponder aos desafios de ensinar e aprender na escola contemporânea. Essa lacuna, sua problematização, seus diagnósticos, suas tensões, constituem o anelo central do que o periódico pretende que seja debatido nessa seção. Os textos devem seguir as normas da revista e serem postados diretamente no sistema de submissão http://www.seer.ufrgs.br/educacaoerealidade, na seção Didática na Educação Básica, para seguirem o processo de avaliação ordinária de Educação & Realidade. Maiores informações encontram-se no site da revista.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

[Instrumento] Publicação de nova edição

Caros leitores,
Instrumento - Revista de Estudo e Pesquisa em Educação acaba de publicar seu último número em
http://www.editoraufjf.com.br/revista/index.php/revistainstrumento.
Convidamos a navegar no sumário da revista para acessar os artigos e itens de interesse.

O tema é cotidiano escolar

domingo, 8 de dezembro de 2013

Special Issues in "Creative Education"

The Creative Education (CE), a peer-reviewed open-access journal, is seeking papers for the upcoming special issues. We would like to invite contributors like you to submit papers that may shed some light on these issues through our Paper Submission System.
Upcoming Special Issues in CE

Special Education Submission Deadline: February 6th, 2014
Potential topics include, but are not limited to:
> Individual specific education
> Emotional disorders education
> Development disorders education
> Special schools > Individual needs
> Behavioral disorders education
> Special teaching area
> At-risk students

Early Childhood Education Submission Deadline: February 19th, 2014
Potential topics include, but are not limited to:
> Early childhood education
> Infant education
> Care professionals
> Day care > Early child development
> Cognitive development
> Parental care
Editor-in-Chief
Dr. Cathy H. Qi (University of New Mexico, USA)
CE Editorial Office
E-mail: ce@scirp.org

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

CADERNO TEMÁTICO - POLÍTICAS E PRÁTICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL E NO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS


Revista - Olhar de professor

Textos

(Re)visitando conceitos de infância e educação
Esméria de Lourdes Saveli, Maria Odete Vieira Tenreiro, Marta Maria Gonçalves Balbé Pires
Quem são os professores da Educação Infantil? Um estudo a partir do Programa PROINFANTIL PDF
Maria Inês Mafra Goulart, Marilia Barcellos Guimarães, Juliana Basílio Medrado, Thays Pierangeli
Critérios de acesso à Educação Infantil no Brasil: estigmatização da pobreza, privilégio corporativo ou discriminação positiva?
Livia Maria Fraga Vieira
Gestão da Ampliação do Ensino Fundamental de 9 anos: movimentos histórico-oficiais e no campo da pesquisa
Rosilene Lagares
Ensino Fundamental de 9 anos: processos de implantação
Marilia Claret Geraes Duran
Ensino Fundamental de 9 anos: um novo caminho em velha estrada? Um velho caminho em nova estrada?
Cecília Iacoponi Hashimoto, Vera Placco
O ingresso de crianças de 6 anos no Ensino Fundamental de 9 anos: o olhar de professores da rede municipal de São Carlos-SP
Alessandra Cardoso de Moraes, Rosa Maria Moraes Anunciato de Oliveira

Exigência conceptual do trabalho prático nos exames nacionais: uma abordagem metodológica
Sílvia Ferreira, Ana Maria Morais
A formação de professores para a educação profissional e tecnológica nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais
Maria Adélia Costa
Professores iniciantes: um panorama das investigações brasileiras
Silmara de Oliveira Gomes Papi, Camila Boczkoski Carvalho
¿Qué nos aporta la evaluación de un programa de formación de profesores noveles?
Cristina Mayor Ruiz, Carmen Yot
Universidade medieval no século XIII: um estudo de suas origens sob o olhar da historiografia francesa
Ana Paula dos Santos Viana, Terezinha Oliveira

Textos disponíveis em:
http://www.revistas2.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/issue/current/showToc

CONVITE - IV ENCONTRO INTERNACIONAL DAS LINGUAS E CULTURAS TUPI


Temos a honra de convidá-lo (la) para conosco participar do IV ENCONTRO INTERNACIONAL DAS LINGUAS E CULTURAS TUPI, que será realizado no município de Ji-Paraná, estado de Rondônia, matriz da cultura tupi. O evento tem o objetivo de promover a interinstitucionalidade e a cooperação interdisciplinar para o enriquecimento das pesquisas e para o reconhecimento do progresso nesse campo. A meta principal é promover o diálogo e a cooperação entre pesquisadores de diferentes áreas, não só no nível acadêmico, mas também na aplicação dos resultados de suas pesquisas em benefício do fortalecimento das línguas, das culturas e também da integridade física, psíquica e social dos povos Tupi.

LOCAL: MAXIMUS HOTEL E UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA
PERÍODO: 10 a 12 de dezembro de 2013

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Chamadas para Eventos 2014

ERPA INTERNATIONAL CONGRESS ON EDUCATION
CALL FOR PAPERS

DEAR COLLEAGUE,
IT IS WITH GREAT PLEASURE THAT I AM WRITING TO INFORM YOU ABOUT THE
/INTERNATIONAL ERPA CONGRESS ON EDUCATION 2014/ THAT WILL BE HELD IN
/ISTANBUL UNIVERSITY/TURKEY/ FROM /6 TO 8 JUNE
2014/ (HTTP://WWW.ERPACONGRESS.COM). WE HOPE THAT THE CONFERENCE WILL ENABLE YOU TO SHARE YOUR RESEARCH WITH AN INTERNATIONAL RESEARCH COMMUNITY AND TO
ENGAGE IN DISCUSSION ABOUT THE CURRENT ISSUES IN THE FIELD OF EDUCATION.
THE SCIENTIFIC COMMITTEE IN ERPA CONGRESS AIMS TO KEEP THE LEVEL OF THE
PRESENTATIONS AS HIGH AS POSSIBLE SO THAT IT IS A POSITIVE INTELLECTUAL
EXPERIENCE FOR ALL THE PARTICIPANTS. THEREFORE, WE WANT YOU TO REMEMBER
ERPA CONGRESS AS A PLACE WHERE YOU DISCUSSED THE ISSUES AND QUESTIONS THAT
COUNT FOR YOUR RESEARCH, RENEWED RELATIONS WITH YOUR COLLEAGUES AND MADE
CONTACTS THAT HELPED YOU TO DEVELOP NEW DIRECTIONS IN YOUR WORK.

SIX BRANCH CONGRESS WILL BE HELD CONCURRENTLY IN ERPA CONGRESS 2014;
* ERPA International Educational Sciences Congress
* ERPA International Science and Mathematics Education Congress
* ERPA International Social Sciences Education Congress
* ERPA International Health and Physical Education Congress
* ERPA International Art Education Congress
* ERPA International Special Education Congress

IT IS A PLEASURE TO SHARE WITH YOU THAT WE ARE CONTRACTED WITH ELSEVIER
LTD. FOR PUBLISHING ERPA CONGRESS 2014 PROCEEDINGS IN /PROCEDIA-SOCIAL AND
BEHAVIORAL SCIENCES/ WHICH IS INDEXED ON THE /SCIENCE DIRECT, SCOPUS AND
ISI WEB OF KNOWLEDGE/. THE PROCEEDINGS SHOULD BE WRITTEN IN GOOD ENGLISH
AND SHOULD BE /3 TO 6 PAGES/ IN LENGTH.

THANKS FOR YOUR CONSIDERATION AND WE LOOK FORWARD TO MEETING ALL OF YOU IN
ISTANBUL UNIVERSITY, ISTANBUL, TURKEY.

BEST REGARDS,

/Organizing Committee of ERPA Congress 2014///

/Istanbul/Turkey/

http://www.erpacongress.com//
IMPORTANT DATES
ABSTRACT SUBMISSION DEADLINE: /6 MAY 2014/
REGISTRATION DEADLINE: /15 MAY 2014/
FULL PAPER DEADLINE: /20 JUNE 2014/
ERPA CONGRESS: /6-8 JUNE 2014/

********
EECERA 2014
Call for Papers
Dear EECERA friends,

The EECERA 2014 Conference is taking place in the beautiful island of Crete in Greece from 7th – 10thSeptember 2014.

The conference theme ‘US, THEM & ME: Universal, Targeted or Individuated Early Childhood Programmes’ has been created to generate an active and participatory dialogue which focuses on quality, social justice and equity in early childhood education (ECE) programmes. Worldwide, the evidence is clear about the beneficial impact of quality ECE, economically, socially and educationally. It has been shown to have the capacity to open up possibilities and opportunities for all children for lifetime achievement and fulfilment. It has also been shown that poor quality ECE exacerbates inequalities. The 24th EECERA conference will explore this overarching theme through three perspectives:

1. Should ECE programmes be universally accessible and affordable to all?

This perspective explores the role and functions of ECE programmes within societies at different levels of economic development and wealth. What is the contribution of ECE to societal development and well being? What are the benefits of creating an open, accessible ECE system for all children and families, regardless of income or position? What might such a system look like and what should it offer? What is the role of the state in funding and regulating such a system? What is the contribution of Non-Government Organisations (NGO) or free enterprise markets in such a universal system? In an area where such an important lifelong contribution to human development and equality is made should ECE be universally available and, if so, of what should it consist? Who has a voice in these decisions and how far are they heard and with what response?

2. Should resource-rich programmes be targeted only at supporting those in greatest need?

This perspective explores how societies and communities address the issue of distributing ECE programmes during a time of scarce and diminishing financial resources. If ECE influences social mobility then how far should state funded ECE programmes focus only on those with the greatest need? Is ECE predominantly about ‘school readiness’ or more than that? Should intervention programmes focus on the ‘basics skills’, especially for those children, facing the greatest challenges? What place do intervention programmes across health, parenting and family support have to play in addressing these inequalities? Who participates in decisions about the deployment of scarce resources? Who are the beneficiaries and what do those who are targeted feel about their participation in such programmes? How far do those who are targeted have a voice in the process of their identification and participation in such programmes?

3. Is ‘quality’ in ECE a universal concept or should it be individuated to context, and adapted to accommodate different social and cultural constructs of childhood?

This perspective explores how far there can and should be a notion of a universal approach to ECE. As more evidence is accumulated about the conditions which optimise young children’s development and learning, how far can this knowledge be used to generate cross cultural ECE programmes which have universal application in different contexts and communities? Or does maturational, cultural and social diversity require individuated, differentiated programmes which can directly reflect local values, traditions and expectations? How are ECE programmes created and developed? Who is involved in the process of knowledge and system creation and whose voices shape priorities? Who has the knowledge about what works, is it universal and how is it controlled and disseminated?

Strands are:

Values and value education; Culture, community & society; ECEC contexts, transition & practices; Children’s rights, democracy & participation; Play & learning; Diversity & inclusion; Innovative/alternative approaches; Learning environment; Professionalism & teachers’ role; Leadership & quality; Curriculum & assessment; Paradigms, theories & methodologies; International research in ECEC.

Proposals can be submitted for:
Individual paper presentation: 30 minutes including discussion. Individual papers will be grouped into larger symposia by theme.
Self-organised symposium: groups may propose to organize 3 papers and a moderator around a common theme as a full session of 90 minutes including discussion. For self-organized symposium, please submit one abstract for each of the papers.
Poster presentation: selected posters will be displayed, and sessions will be set up for conference participants to interact with poster presenters.

When submitting your proposal, follow the instructions on the website. You will be asked to enter the following information:
The title of the presentation
The type of presentation (individual paper for a themed symposium, self-organised symposium, poster)
The name/s and institution/s of the presenter/s and co-authors (For multiple authored papers, please indicate which authors will be presenting)
Mailing address and E-mail address
A 250-word abstract (addressing each element specified on the submission form, including theme and strands, the aims of the research, theoretical framework, methodology, ethical considerations, main findings, and implications for practice and/or policy)
Up to five keywords

Please submit all abstracts and proposals for presentations electronically through the conference website http://www.eecera2014.org. This will be launched today (3rd of December 2013). The deadline to submit your proposals is 4th March 2014.
Should you have any enquiries, please email the EECERA 2014 secretariat on enquiries@eecera2014.org
We look forward to seeing you in Crete,
Professor Chris Pascal & Dr Vasilis Grammatikopoulos

EECERA President EECERA 2014 Conference Chair

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Livro “O fio tenso que une a Psicologia à Educação”

No dia 18 de outubro foi lançado o livro “O fio tenso que une a Psicologia à Educação”, organizado pela professora  Dra. Elizabeth Tunes, a obra envolve textos de professores de diversas universidades do Brasil  e do exterior. O livro completo está disponível para dowload.
Acesse o texto completo aqui.


sexta-feira, 22 de novembro de 2013

CALL FOR PAPERS Global Studies of Childhood www.wwwords.co.uk/GSCH

Special issue - Volume 4 Number 3 2014
The Cultural Politics of ‘Childhood’ and ‘Nation’: space, mobility and a global world
Guest Editor: Dr Zsuzsa Millei, The University of Newcastle, Australia (zsuzsanna.millei@newcastle.edu.au)

Historically, the state’s interest in children has always been about a nation’s future: “investments in future parenthood, economic competitiveness, and a stable democratic order” (Hendrick, 1997, p. 46). In debates about the future, childhood stands in the crosscurrent of various competing cultural and (geo)political projects. Childhood is “the most intensively governed sector of existence” (Rose, 1999, p. 123). Notions of ‘childhood’ and ‘nation’ shape how we understand our own childhood (memories of belonging to a nation), children’s worlds (as a/political agents and citizens of a nation and / or globe) and children’s lives. However, we know little about the premises upon which children’s sense of belonging to a national community is constructed and how children come to assume and inhabit national identities. In the globalised world there is a “thoroughgoing, world-wide, restructuring of … space - times, … cultures which are themselves the hybrid products of previous restructurings” (Massey, 1999, p. 23, cited in Amin, 2002) that poses several problematics for understanding ‘nation’ and ‘childhood’, and nation-centred analysis of policies, provisions, constructions and experiences of childhood. Family, community or nation-bound notions of ‘childhood’ are also being increasingly challenged. This context necessitates new imaginations, theoretical arguments and empirical investigations.

Amin, A. (2002) Spatialities of globalisation. Environment and Planning. 34, 385 – 399.
Hendrick, H. (1997). Children, childhood and English society, 1880-1990. Cambridge: CambridgUniversity Press.
Rose, N. (1999). Powers of freedom: Reframing political thought. Cambridge:
Cambridge University Press.


Please download detailed call for papers from the journal's website:
www.wwwords.co.uk/gsch/pdf/Nation_childhood_cfp_GSC.pdf


Abstract or expression of interest (500 words) please, by November 30, 2013

Seminário Círculo da Infância

clique na imagem para ampliar

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

domingo, 3 de novembro de 2013

1 Congreso Latinoamericano Niñez y Politicas Publicas - Chile - 14 a 17 de Janeiro de 2014


El “Primer Congreso Latinoamericano sobre Niñez y Políticas Públicas. Balances, desafíos y compromisos para una nueva ciudadanía. Diálogos interdisciplinarios desde América Latina”, busca convertirse en una instancia de encuentro y debate entre los principales actores involucrados en la puesta en marcha de políticas públicas dirigidas a la niñez (académicos, profesionales y ejecutores de programas, tomadores de decisiones y los mismos niños, niñas y adolescentes), con el objetivo de propiciar un amplio debate sobre el estado actual y las proyecciones de las mismas en nuestra región.

Una observación preliminar relativa a los diferentes programas y experiencias que han sido implementados a favor de la población infanto-juvenil en nuestro continente, permite reconocer que muchos de estos esfuerzos han tenido un fuerte y positivo impacto en la vida de millones de niños y niñas. Otros, en cambio, han tenido una corta vida debido a problemas de ejecución, financiamiento o falta de apoyo del sector público. Nos encontramos también con experiencias de baja cobertura pero de impactos muy positivos que no se han intentado escalar, o innovadores esfuerzos que han logrado consolidarse en el tiempo.

El reconocimiento y análisis de los avances que se han registrado no impide identificar los déficits que aún persisten en esta materia. Ejemplo de esto es la débil inclusión de niños y niñas en los procesos de construcción de agendas y diseño de políticas; escasamente consultados, niños y niñas se ven sometidos al modelamiento autoritario que se impone desde instituciones donde aún predomina una mirada economicista, medicalista o judicializadora, es decir, de vigilancia y castigo. La tónica imperante sigue siendo una lógica de políticas asistenciales, de control social o de carácter represivo, a pesar de la existencia y vigencia del marco jurídico internaciona representado por la Convención sobre los Derechos de los Niños del año 1989.

Lo anterior nos obliga con urgencia a posicionar a los niños, niñas y adolescentes en el centro de la preocupación pública y académica, en su calidad de actores relevantes respecto al devenir de sus propias vidas, y en tanto que constructores de la sociedad y la cultura en que se desenvuelven. Esta es la primera condición que el diseño de políticas públicas orientadas a la niñez debe considerar para posibilitar una incorporación real y efectiva de esta nueva ciudadanía, y en la transformación de las estructuras sociales y culturales que les excluyen.

El Primer Congreso Latinoamericano sobre Niñez y Políticas Públicas busca articular un espacio que fomente el diálogo, el debate y la retroalimentación entre el trabajo que se desarrolla desde el campo académico y el quehacer y experiencia de aquellos(as) profesionales responsables del diseño e implementación de políticas, programas y experiencias hacia y con los niños y niñas. El desafío y tarea que se impone este evento es posibilitar una reflexión compleja, crítica y dialógica que permita contribuir en el desarrollo de políticas de niñez que propongan nuevos paradigmas, metodologías y diseños, capaces de incluir los aprendizajes obtenidos y proyectar las alternativas y respuestas que niños y niñas requieren para ser aceptados y reconocidos como sujetos de derechos y actores estratégicos de nuestras sociedades.

Informações e inscrições:

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Diversos seminários sobre infância


Seminario online, gratuito: “La primera infancia en el espacio público”
De febrero a noviembre 2013. Último jueves de cada mes. Próximo encuentro: 31/10.

Premio: La escuela y la salud
Postulaciones hasta el 4 de noviembre de 2013. Argentina.

Congresso Infâncias e Brinquedos de Ontem e Hoje
04 a 07 de novembro de 2013. Niterói, Brasil.

Seminario: Paternidad, cuidado y corresponsabilidad.
5 de noviembre de 2013 – 9 a 18 hrs. Santiago, Chile.

Audiência pública: Debate ao Projeto de Lei 227/2013 sobre diretrizes para a política municipal de incentivo ao desenvolvimento na primeira infância
07 de novembro. 19:00h. São Paulo, Brasil.

Colóquio: Primeira infancia e gravidez na adolescência
7 e 8 de Novembro. Fortaleza, Brasil.

Seminario Nuevas miradas sobre la pobreza.
Del 15 de noviembre al 20 de diciembre de 2013. Buenos Aires, Argentina.

Semana de Valorização da Primeira Infância e Cultura da Paz.

18 a 21 de novembro. Brasília, Brasil.

Diploma en Estudios Avanzados en Educación en y para los Derechos Humanos
Abierta la Inscripción 2014. Buenos Aires, Argentina.

V Encontro de Acompanhamento e Formação do Programa pela Educação Integral
Entre os dias 25 e 27 de novembro. Fortaleza, Brasil.

IV Simposio Internacional. Infancia, Educación, Derechos de niños, niñas y adolescentes
Del 28 al 30 de noviembre 2013. Mar del Plata, Argentina.

Fórum Mundial de Direitos Humanos
10 a 13 de dezembro. Brasília, Brasil.

Primer Congreso Latinoamericano sobre Niñez y Políticas Públicas.
Entre el 14 y el 17 de enero de 2014. Santiago, Chile.
Presentación de ponencias: hasta el 10 de noviembre de 2013.

Seminario Internacional “Pobreza infantil, políticas públicas y democracia”
Del 19 al 21 de febrero, 2014. Distrito Federal, México.

Congresso da Associação Internacional de Magistrados da Juventude e da Família
25 a 29 de março de 2014. Foz do Iguaçu, Brasil.

XIX Congreso Mundial de AIMJF: Directivas mundiales para una Justicia Adaptada a Niñez
25 al 29 de marzo de 2014, Foz de Iguazu, Brasil.

Llamado de artículos: “Infancias, instituciones sociales y contextos políticos en América Latina y El Caribe”
Fecha límite de envío de propuestas: 30/06/2014

Maiores Informações:

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

VII Jornada da Escola de Educação Infantil da UFRJ

A Jornada da Escola de Educação Infantil da UFRJ será realizada nos dias 21 e 22 de novembro, e tem por finalidade, reunir professores, pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação, propiciando debates sobre Infância e Cultura.


Com isso, pretende-se ampliar e firmar o intercâmbio entre os diferentes profissionais interessados nas questões relativas aos estudos da infância, da educação e, especialmente, da Educação Infantil.

Infância e Cultura: Olhares, narrativas e experiências em Educação Infantil
Locais de realização:
21 de novembro - Auditório da Escola de Belas Artes (EBA) - 6º andar do prédio da reitoria
22 de novembro - Auditório Nobre do IPPMG
Ilha do Fundão

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:
https://sites.google.com/site/jornadaeeiufrj/home

sábado, 26 de outubro de 2013

domingo, 20 de outubro de 2013

I Seminário IBGE de portas abertas para a escola

No mês dos professores, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
promove o I Seminário IBGE de portas abertas para a escola, voltado para
profissionais da Educação Infantil ao Ensino Médio, além de pesquisadores
e estudantes de licenciatura.
O encontro acontecerá no dia 24 de outubro, no Rio de Janeiro, e busca
fomentar em sala de aula a abordagem das relações entre a realidade local
e o contexto nacional; a compreensão das informações do IBGE como
instrumento para o exercício da cidadania e o acesso às linguagens
estatística e cartográfica.
As inscrições são gratuitas e limitadas! Professores, aguardamos vocês!


Informações e inscrições no site http://eventos.ibge.gov.br/ibge-escolas

O Globo e as ações afirmativas: dez anos de cobertura

O Grupo de Estudos Multidisciplinares da Ação afirmativa (GEMAA) do IESP-UERJ acaba de disponibilizar para o público seu segundo texto para discussão, que apresenta resultados da pesquisa sobre a cobertura que o jornal carioca O Globo dedicou às ações afirmativas entre os anos de 2001 e 2011. O fato de o estado do Rio de Janeiro ter sido um dos primeiros a adotar esse tipo de política fez com que o periódico carioca fosse o primeiro a dar atenção ao tema, ainda em 2001. Além de ajudar a entender os critérios de cobertura adotados pelo jornal, os dados apresentados pretendem qualificar a discussão em torno do papel da mídia no debate acerca das políticas de ação afirmativa de recorte racial. Dentre reportagens, artigos de opinião, editoriais, cartas de leitor etc., O Globo publicou 1.054 textos sobre o tema, o que demonstra o grande espaço ocupado pela temática no jornal. O presente texto para discussão apresenta dados a respeito de como o jornal distribuiu as matérias sobre o tema em suas seções, como organizou as tomadas de posição em suas páginas, quais atores sociais tiveram maior visibilidade no período e, sobretudo, quais discursos sobre as ações afirmativas raciais preponderaram.

Para ler o trabalho na íntegra, visite o site do GEMAA:

http://gemaa.iesp.uerj.br/publicacoes/textos-para-discussao.html

Chamada de artigos Revista Educação & Tecnologia

Chamada de artigos
Revista Educação & Tecnologia

A revista Educação & Tecnologia recebe artigos para publicação referente às edições do ano 2014. Para mais informações, acesse o portal de periódicos eletrônicos do CEFET-MG (http://seer.dppg.cefetmg.br/).

XVII ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino A Didática e a Prática de Ensino nas relações entre a escola, a formação de professores e a sociedade.

Período: 11 a 14 de novembro de 2014 - Promoção: Universidade Estadual do Ceará – UECE
Local: SEBRAE/Hotel Praia Centro/Hotel Blue Tree Premium

Diante dos desafios que os profissionais da educação vivenciam no contexto atual, o XVII ENDIPE se coloca como espaço de diálogo, que se propõe a direcionar o olhar para o trabalho docente na relação com o cotidiano das suas práticas, junto aos alunos e o coletivo institucional, as políticas de educação e a sociedade em que estão inseridos. Compreender as teias e nexos que se fazem entre os diferentes interesses desse percurso, talvez seja o maior desafio a ser enfrentado na reflexão que se impõe na caminhada dos educadores.

Em torno do tema A Didática e a Prática de Ensino nas relações entre a escola, a formação de professores e a sociedade trazemos perguntas, interpretações, avaliações e novas preocupações com o os processos do ensinar e do aprender, na esperança de que nossos estudos e práticas pedagógicas nos instigue a continuar juntos, nessa caminhada de trabalhadores da profissão magistério.

Mais do que a soma de trabalhos de pesquisadores da educação, cada um com a sua verdade, temos um coletivo de educadores com seus conhecimentos, saberes, estudos, ideias e experiências para serem debatidas. Isso tem contribuído para a emergência de um primeiro movimento ocorrido nessa comunidade de aprendizagem, cujo entrelaçamento ocorre na troca de experiências e se afirma no encontro com aqueles que se agregam em posturas e valores que se identificam e procuram superar os desafios do seu campo de atuação profissional.

Nasce um segundo movimento nas atividades de pesquisa, análise, avaliação, assim como na busca de compreensão dos processos pedagógicos dos investigadores em relação aos que vivem as mesmas experiências, ou propostas de mudança constituída numa dimensão formativa tendo a prática refletida como ponto de partida e de chegada.

A proposta é debater a didática e as práticas docentes, na perspectiva de uma relação comprometida com a produção do conhecimento, com o intuito de intervir na melhoria da educação, da escola, do campo da formação e do trabalho docente, entre outros. Trata-se de um debate complexo envolvendo a vida da comunidade escolar, as relações de trabalho e as conexões que se fazem nas contradições e possibilidades dessas interações. Esta reflexão guarda estreito vínculo com o pensamento e a realidade, nas situações em que os professores e alunos de diferentes níveis se encontram.

Na contramão do individualismo competitivo e da meritocracia, esperamos que o XVII ENDIPE possa ser um encontro colaborativo de reflexão como elemento de emancipação, situado e datado, no âmbito de uma intencionalidade definida, que é a Didática, como campo de investigação dos fenômenos do ensinar e do aprender. É preciso melhor competência teórica para compreender a docência em seu contexto, seus determinantes, possibilidades e desafios. Que sejamos aprendizes desta história!

E aqui afirmamos nossa alegria em receber os participantes do XVII ENDIPE no Ceará, citando o nosso poeta popular Patativa do Assaré: Visitante, meu amigo, pode entrar, a casa é sua.

EIXOS TEMÁTICOS:

1 A Didática e a Prática de Ensino na relação com a Escola

Subeixos

1.1 Práticas pedagógicas e saberes docentes

1.2 Currículo, subjetividade e cotidiano escolar

1.3 Tecnologias, educação a distância e inovações pedagógicas

2 A Didática e a Prática de Ensino na relação com a Formação de Professores

Subeixos

2.1 Escola como espaço de formação docente

2.2 Tendências investigativas no campo da Didática e da Prática de Ensino

2.3 Desenvolvimento profissional e práticas formativas

3 A Didática e a Prática de Ensino na relação com a Sociedade

Subeixos

3.1 Experiências educacionais, qualidade do ensino e da aprendizagem

3.2 Temas emergentes na relação da Didática e da Prática de Ensino com a Sociedade

3.3 Impactos das políticas públicas na gestão e no trabalho docente

Contato: endipe2014@gmail.com



19o Congresso de Leitura do Brasil

O 19o Congresso de Leitura do Brasil (COLE), que acontecerá de 22 a 25 de julho de 2014, na Unicamp. O tema do 19o Cole é 'leituras sem margens'
Agradecemos-lhes a divulgação e aguardamos as contribuições no envio dos textos para as diferentes modalidades de apresentação.
Destacamos que, para esta próxima edição do Cole, será possível inscrever trabalhos na categoria Mesas Redondas, propostas e organizadas por associadas/os da ALB.

Chamada Revista ORG&DEMO

A Revista ORG&DEMO está recebendo artigos para o vol. 14, n. 2 - 2013.
Prazo para envio de artigos: 31 de outubro.
Normas da Revista e demais informações encontram-se no site: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/orgdemo.
A Revista ORG & DEMO é uma publicação semestral do Grupo de Pesquisa Organizações e Democracia e FFC da Universidade Estadual Paulista - UNESP, Brasil, destinada a promover a socialização do conhecimento e resultados de pesquisas produzidas por cientistas sociais nacionais e internacionais.

A Revista ORG & DEMO tem como eixo temático geral o estudo de processos de democratização substantivos (relativos, por exemplo, à ampliação da socialização, à organização do poder, aos processos de tomada de decisões, gestão democrática na escola etc.) nos vários tipos de organizações sociais. Publica artigos sobre relações de trabalho, trabalho associado, economia solidária, autogestão; gênero, direitos humanos; organização do trabalho e educação. Trabalha também com o tema educação, trabalho e movimentos sociais.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

SSCIP Seventh International Conference: Telling Tales - Children, Narrative and Image --Call for Papers

Date:
March 2014
Venue:
Melbourne, Australia
Organisers:
Gillian Shepherd g.shepherd@latrobe.edu.au and State Library of Victoria and the Wheeler Centre
Deadline:
31st December 2013
La Trobe University is delighted to host the 2014 conference of the Society of the Study of Childhood in the Past. The timing and conference theme "Telling Tales: Children, Narrative and Image" are designed to coincide with the 2014 Children’s Book Festival (late March: dates tbc) in Melbourne. The Children’s Book Festival, organised by the State Library of Victoria and the Wheeler Centre, is a major festival which attracts over 10,000 members of the public to its various events and displays. A centrepiece of the 2014 Festival will be an exhibition of works from the Scholastic Dromkeen Children’s Literature Collection, recently moved to the State Library of Victoria. The Collection consists of some 7500 original artworks from Australia’s best-loved children’s books. The SSCIP international conference will add an academic component to the Festival and aims to bring together scholars from a wide range of academic disciplines including literature, anthropology, history, sociology, archaeology and art history to consider the forms and roles of narrative, and its evolving nature, in the lives of children from antiquity to the modern period. Major conference themes include:
  • Telling childhood: children in narratives, narratives for children
  • Making stories: adult vs child creators, interactive narrative, translation
  • Art and narrative: illustration, graphic novels, stories through images
  • Children and ‘the other’: animals, monsters, ghosts, myths and fairytales
  • Remembering children: memory and memorialisation
  • Remembering childhood: narratives of lives, labour, experience, immigration, acculturation, Stolen Generations
The conference themes are designed to widen knowledge, generate new perspectives and stimulate avenues for further research on childhood in the past.
Abstracts (250 words) are invited for presentations of up to 30 minutes.

sábado, 5 de outubro de 2013

8 ciclo de cinema - ANPED CLACSO - Crianças do Oriente

Durante a 36 Reunião Nacional da ANPED em Goiânia  ocorreu o 8 Ciclo de cinema ANPED- CLACSO
cujo tema desse ano foi "Outro Oriente". Ocorreu três momentos na mostra: Mulheres do Oriente, Sexualidades do Oriente e Crianças do Oriente. Foram 03 filmes sobre infância:

Paisagens na Neblina

As ruas de Casablanca
Um doce olhar

Para quem não esteve na ANPED... vale conferir os filmes.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Child in the World conference

The Child in the World
One-day conference at the V&A Museum of Childhood
9 November 2013

This conference has been convened as part of the AHRC 'Child in the World' collaborative programme between the MoC and Queen Mary. It will explore the ways in which children imagine, understand and engage with the wider world. The keynote lecture will be given by Karen Wells
(Birkbeck) on 'The child in the world: violence and gendered transitions to adulthood.' Further information, including the conference programme and speaker biographies, is available at:
www.geog.qmul.ac.uk/research/childintheworld/conference/index.html

Please forward to anyone else who might be interested.

CHAMADA DE ARTIGOS - Revista ARTEFACTUM (Qualis B)

Revista ARTEFACTUM (Qualis B) ? Edição de FEVEREIRO 2014

Tema: AS METAMORFOSES E FRONTEIRAS REAIS E VIRTUAIS E AS PERFORMANCES DO CORPO NO CENÁRIO COTIDIANO.

Resumo: A Arte é a expressão mais dinâmica das sociedades. Os movimentos artísticos são influenciados e influenciam os acontecimentos nos quais seres humanos são protagonistas e seus corpos um continuum social. Os cenários mudam e as metamorfoses desse corpo podem ser percebidas em suas performances ? artísticas ou não ?. Nesse bojo de acontecimentos, passamos a lidar com as mudanças de paradigma, provocadas pela dimensão virtual, que transtornam os conceitos de tempo e de espaço e acentuam as transformações do modo existência. O mundo virtual, por assim dizer, possibilita um lançar-se constante ao abismo, a um labirinto infinito que institui uma nova realidade, e, ainda que uma experiência sensoperceptiva, cria novas possibilidades de ações sensíveis. A literatura, a dança, o teatro e as demais formas de escrituras trazem à cena cotidiana essa nova ordem enquanto um não-lugar com múlti plas possibilidades de existência.

Nesta edição da revista ARTEFACTUM, abordaremos as performances dos corpos em seu trânsito pelas fronteiras reais e virtuais e a interferência da Linguagem nos processos de metamorfose dos corpos imersos no abismo da Tecnologia.

Palavras-chave: Arte; Tecnologia; Linguagem; Metamorfose; Corpo.

Observações importantes:

1. Os textos devem ser enviados exclusivamente através do site da revista;

2. Siga rigorosamente as instruções de formatação;

3. Todos os autores devem estar cadastrados no site;

4. Site da revista ARTEFACTUM: http://artefactum.rafrom.com.br

5. Data limite para envio: 20/12/2013.

Mais informações sobre a revista: http://www.rafrom.com.br

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Lançamento do livro " O menino que colecionava lugares" de Jader Janer

Meus car@s convida a tod@s
para o lançamento de meu livro na área de literatura infantil cujo o título é "O menino que colecionava lugares", será na ANPED.
Aguardo quem estiver por lá
Abraços
Jader Janer


terça-feira, 24 de setembro de 2013

FILMES BRASILEIROS PARA CRIANÇAS





Assista grátis filmes brasileiros para crianças. São curtas-metragens de diferentes técnicas em versões originais, com AUDIODESCRIÇÃO(para pessoas com deficiência visual) e LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais, para pessoas com deficiência auditiva.

Para pessoas com deficiência visual) e LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais, para pessoas com deficiência auditiva.


O Cangaceiro e o Leão

Uma lição de casa
aproxima neto e avô.
Você sabia que existem no Brasil cerca de 15 milhões de pessoas que tem pouca atenção da indústria de entretenimento? Novas tecnologias e boa vontade fazem artistas e produtores conversarem com este público.

Saiba como fazer no Guia de Cinema e Vídeo para cegos e surdos, com sugestões simples e econômicas de acessibilidade para produtores e distribuidores de cinema, programadores de computador, professores de informática, pais e estudantes com deficiências auditivas e visuais. Uma boa oportunidade para ampliar o público.
O convite já está feito, visite o www.filmesquevoam.com.br e espalhe a notícia entre seus amigos.
O Cangaceiro e o Leão LIBRAS

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Novas chamadas de artigos e Chamada de Congressos

Artigos Revista Educação, Artes e Inclusão

Chamada de Artigos Revista Educação, Artes e Inclusão
Está aberto o período de submissão de artigos para a Revista Educação Artes e Inclusão ? do Grupo de Pesquisa Educação, Arte e Inclusão da Universidade do Estado de Santa Catarina. Os artigos selecionados
serão publicados no volume 8 número 2 no mês de Novembro de 2013, no site da Revista. Este número será um número especial e o tema abordado é "Linguagem e Ensino".
Os artigos deverão ser submetidos exclusivamente pelo site e o cadastro deverá ser como autor:
http://revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao
Informações e esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos pelo e-mail: lavaipeudesc@gmail.com

"VIII Congreso Iberoamericano de Didáctica UniversitariadeNivelSuperior"


Rosario 9 de septiembre de 2013.
Estimada/o colega:
Nos comunicamos nuevamente a fin de reiterar la invitación a participar del
VIII Congreso Iberoamericano de Docencia Universitaria y de Nivel Superior
?La construcción de saberes acerca de la enseñanza: un desafío para la
docencia universitaria y de nivel superior?, a realizarse durante los días
21, 22 y 23 de abril de 2014, en la Facultad de Humanidades y Artes de la
Universidad Nacional de Rosario, Argentina. La convocatoria va dirigida a
todos los docentes universitarios y de nivel superior interesados en las
problemáticas de la enseñanza de las diversas disciplinas.
Le remitimos en forma adjunta la Tercera Circular y hacemos propicia la
oportunidad para solicitarle la difusión del evento en la institución a la
que pertenece. Quedamos a su disposición en la dirección electrónica
www.iberoamericano2014.unr.edu.ar para la información y las consultas que
considere necesarias.
Con atenta consideración,
Comité Organizador
VIII Congreso Iberoamericano de Docencia Universitaria y de Nivel Superior

Revista Pergaminho n.º 4/ 2013
Revista discente on-line de Estudos Históricos e Pedagógicos do UNIPAM
(Centro Universitário de Patos de Minas)


Para a publicação de seu quarto número (edição n.º 4/ 2013, com publicação prevista para dezembro de 2013), a Revista Pergaminho está recebendo contribuições de artigos, ensaios, resenhas e traduções, até o dia 14 de outubro de 2013.
A Revista Pergaminho é destinada à produção de pesquisa de alunos da graduação em História e Pedagogia e áreas afins (Ciências Sociais, Filosofia, Ciências Humanas). Sua temática é livre e deve estar adequada às áreas de atuação da revista. As normas de publicação, bem como os endereços para contato, encontram-se abaixo.
PERGAMNHO
Revista discente on-line de Estudos Históricos e Pedagógicos
http://pergaminho.unipam.edu.br
Normas de Publicação

1. Os artigos enviados à Revista Pergaminho serão submetidos a um Conselho Editorial, que irá selecionar os textos a serem publicados.

2. Os originais não devem exceder 20 laudas, digitadas em espaço 1.5, no programa Word for Windows. O texto deverá ser encaminhado para o e-mail da revista.

3. Os artigos devem ter um resumo em português, com 30 a 150 palavras. O resumo deve ser inserido depois do título do artigo e do nome do autor. Junto de seu nome, o autor deverá incluir, em nota de rodapé, com asterisco (*) sua titulação e/ou instituição onde desempenha sua função acadêmica, junto de seu e-mail, se for o caso.

4. Os artigos enviados devem seguir os critérios estabelecidos pela ABNT. Para facilitação no preparo de originais, seguem normas para as quais chamamos atenção:

4.1. Citações bibliográficas curtas (até 3 linhas) deverão estar inseridas no texto. Citações longas (mais de 3 linhas) deverão constituir parágrafo independente, digitadas em espaço um, ou letras menores, recuadas da margem esquerda.

4.2. As citações deverão ser seguidas do sobrenome do autor e ano da publicação (e página, se for o caso), entre parênteses: Ex: (NOVAIS, 1998, p. 175).

4.3. As notas de rodapé estarão restritas a observações pessoais, no sentido de prestar esclarecimentos sobre informações que não estejam no corpo do texto, e deverão ser numeradas seqüencialmente.

4.4. As referências bibliográficas deverão aparecer no final do texto, em ordem alfabética de sobrenome do autor, da seguinte forma:

a) para livro: SOBRENOME DO AUTOR, Nome. Título (em itálico). Edição. Local: editora, data.

b) para artigos: SOBRENOME DO AUTOR, Nome. Título do artigo. Título do periódico (em itálico). Local, volume, número, página inicial e página final do artigo, mês e ano.

c) para artigos de congresso: SOBRENOME DO AUTOR, Nome. Título do artigo. In: NOME DO CONGRESSO , número do congresso, ano, local. Título da publicação (em itálico). Local, editora, data, página inicial e página final do artigo.

5. A Revista Pergaminho reserva-se o direito de alterar os originais, no sentido de adequá-los às normas adotadas por esse padrão editorial.
PERGAMINHO
Revista discente on-line de Estudos Históricos e Pedagógicos
Faculdade de Filosofia Ciências e Letras
UNIPAM – Centro Universitário de Patos de Minas
Rua Major Gote, 808 – Caiçaras
38702-054 Patos de Minas, MG
www.unipam.edu.br
e-mail para envio de trabalhos: pergaminho@unipam.edu.br
Mais informações pelos e-mails:
rassi@unipam.edu.br (Prof. Marcos Antônio Caixeta Rassi, editor)
luis.andre@unipam.edu.br (Prof. Luís André Nepomuceno, Núcleo Editorial)

Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento


É com imenso prazer que convidamos todos aqueles interessados na Psicologia do Desenvolvimento Humano a participar do IX Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento – IX CBPD.
O IX CBPD, é um congresso bianual, promovido pela Associação Brasileira de Psicologia do Desenvolvimento – ABPD, e tem ocorrido, desde 1996, em diferentes estados brasileiros.
O VIII CBPD ocorreu em 2011, na UnB, e contou com a presença de 700 (setecentos) participantes. Para este ano, espera-se um número ainda maior de congressistas.
Trata-se do maior evento brasileiro que congrega pesquisadores, profissionais e alunos que estudam o Desenvolvimento Humano sob diferentes perspectivas: Psicologia, Saúde, Educação, Ciências Jurídicas, etc.
O IX CBPD será realizado na cidade de João Pessoa, capital do estado da Paraíba, localizada na região Nordeste do Brasil, no período de 19 a 22 de novembro de 2013, no campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em parceria com instituições locais de ensino superior.
Para o IX CBPD estão sendo convidados pesquisadores renomados de várias IES do país e pesquisadores internacionais com ênfase nos líderes de pesquisa dos países da América Latina, América do Norte e da Europa.
O tema escolhido para o IX CBPD foi “Desenvolvimento Humano e a Solidariedade”. Espera-se, com a atenção dada a esse tema, sensibilizar pesquisadores, estudantes, docentes e profissionais de Psicologia do Desenvolvimento e áreas afins para a importância de investir no conhecimento científico sobre a solidariedade e na aplicação desse conhecimento na construção de uma sociedade mais justa.

Maiores informações:

sábado, 14 de setembro de 2013

II Mesa Redonda sobre Bibliotecas na Educação Infantil



A Biblioteca Flor de Papel (BFP) - UFF - convida a todos a participar da II Mesa redonda sobre bibliotecas na Educação Infantil a ser realizada no dia 25/09/2013 às 14:00. O objetivo deste evento é promover um encontro multidisciplinar das áreas vinculadas à Educação Infantil e Biblioteconomia para refletirmos sobre a importância do livro, da leitura e da biblioteca para crianças de 0 a 6 anos, criando oportunidades de troca de saberes e experiências dos profissionais que trabalham a leitura com crianças da Educação Infantil.

O evento contará com sorteios de livros da EdUFF e venda de livros dos palestrantes (somente em dinheiro) aos participantes.

Para maiores informações e inscrições: www.bfp.uff.br


Atenciosamente,
Equipe Biblioteca Flor de Papel

terça-feira, 10 de setembro de 2013

LIBROS AL ALCANCE DE TODOS


CLACSO siempre ha promovido una política de acceso libre y abierto a su producción editorial. Por tal motivo, los casi 800 libros que hemos publicado desde 1967 están disponibles para descarga completa y gratuita en nuestra Biblioteca Virtual y en nuestro Catálogo Editorial, desde los que se realizan más de un millón de downloads mensuales.

Defendemos el derecho de acceso de todos a la producción académica que se realiza con fondos públicos. Al mismo tiempo, apoyamos y promovemos el uso del libro impreso como uno de los medios fundamentales para la difusión del conocimiento académico. No creemos que la defensa del acceso abierto y la producción editorial sean estructuralmente antagónicas, sino, más bien, complementarias. La producción editorial impresa y la divulgación democrática de los saberes producidos en el campo de las ciencias sociales no pueden recorrer caminos bifurcados por intereses contrapuestos. Deben, por el contrario, complementarse y ampliarse mutuamente. Para que el acceso a la producción académica aumente, es necesario disponer de repositorios digitales democráticos y abiertos, así como también un sector editorial dinámico y productivo.

Sin embargo, uno de los grandes problemas que enfrenta la producción editorial académica en América Latina y el Caribe, es la enorme dificultad de los lectores para acceder al libro impreso. Hay cada vez menos librerías que dispongan de los catálogos académicos, aunque sobran los estantes dedicados a los temas de auto-ayuda o la literatura de dudosa calidad. Hay, en rigor, cada vez menos librerías en nuestros países. Ciudades capitales de algunas naciones latinoamericanas o caribeñas no tienen más que media docena de librerías donde pueden encontrarse libros de ciencias sociales y, casi nunca, los que buscan los potenciales lectores que a ellas se acercan.

Por este motivo, hemos decidido dar un ambicioso paso en nuestra política de producción y difusión editorial. Inauguramos hoy la LIBRERÍA LATINOAMERICANA Y CARIBEÑA DE CIENCIAS SOCIALES, una plataforma desde la que, además de descargarse gratuitamente todos los libros producidos por CLACSO y muchos de sus centros asociados, podrán también comprarse las ediciones impresas a precios realmente muy razonables para los valores de mercado, con costos de envío sorprendentemente bajos. Los libros impresos podrán llegar así, en pocos días, a cualquier lugar del mundo, mediante un sistema de venta seguro y rápido, cobrado en moneda local.

Nuestros libros se seguirán distribuyendo en aquellas librerías que, con tanto esfuerzo y compromiso, venden libros de ciencias sociales. Entre tanto, esta nueva iniciativa, permitirá superar muchas de las limitaciones aquí mencionadas.

Nos enorgullece presentar la LIBRERÍA LATINOAMERICANA Y CARIBEÑA DE CIENCIAS SOCIALES, donde todo se podrá leer y descargar gratuitamente y donde los que quieran o necesiten podrán comprar los libros que deseen, recibiéndolos en sus casas, sin necesidad que la suerte los acompañe en el ejercicio arqueológico que supone la búsqueda bibliográfica en casi todas las ciudades latinoamericanas.

La plataforma ya está disponible en: www.clacso.org.ar/libreria-latinoamericana

Les agradecemos que nos hagan llegar sus recomendaciones y críticas para que podamos mejorarla. Estamos a vuestra disposición para lo que necesiten.

Un saludo fraternal.


Pablo Gentili
Secretario Ejecutivo
CLACSO

domingo, 1 de setembro de 2013

Chamada de Artigos - Diversas revistas brasileiras

Diversas revistas estão com chamadas de artigos abertas:


CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO - REVISTA SOLETRAS- UERJ- FFP 
O dossiê do próximo número (n.26), que contemplará Estudos Linguísticos, é coordenado pelas Profas. Victoria Wilson e Vera da Silva, e tem ainda seções livres de Estudos Literários e também Ensino. 
A revista está no Portal de Eletrônicos da UERJ e a chamada para submissão está disponível em 
Ao abrir o link, as chamadas podem ser encontradas logo abaixo da imagem da capa; detalhes podem ser encontrados em "Mais..." 
Artigos dos nosso colegas professores e pesquisadores serão muito bem vindos. Alunos de graduação e da especialização também podem apresentar trabalhos, desde que em coautoria com seus orientadores;assim como mestrandos e doutorandos, desde que especificados, em nota de rodapé, o tema da pesquisa e o nome do orientador.


Revista Linhas - Divulgação de Chamada de Artigos
Chamada de artigos da Revista Linhas/UDESC. Dossiê "Arquivos e Acervos Escolares".
Informações:


Revista Pro-Posições - chamada de artigos - Dossiê Paulo Freire e o debate educacional contemporâneo
A Revista Pro-Posições está lançando duas chamadas de artigos para dossiês temáticos a serem publicados em 2014.
Uma das chamadas foi intitulada Paulo Freire e o debate educacional contemporâneo.
Informações:


Chamada de artigos p/ Dossiê sobre Educação e Extensão
A Revista Triângulo, do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (PPGE/UFTM), está com a chamada de trabalhos aberta para a edição especial dedicada à educação e práticas em projetos e programas de extensão universitária. O número especial está aberto para submissões de trabalhos até o dia 20/09/2013.
Pesquisadores, coordenadores de projetos de extensão e docentes que pesquisam sobre concepções e práticas em extensão na universidade, são convidados a participar. São bem vindos artigos que se enquadrem na seguinte lista indicativa, mas não exaustiva, de subtemas: 
Educação.
Educação e cultura.
Educação e comunicação. 
Educação em saúde.
Trabalho, tecnologia, geração de renda e educação.
Educação e meio ambiente.
Educação e direitos humanos.
Teorias, metodologias, avaliação e educação em extensão.
Indissociabilidade, ensino, pesquisa e extensão.

As diretrizes para autores estão disponíveis em: http://www.uftm.edu.br/revistatriangulo/about/submissions#authorGuidelines

A Revista Triângulo tem como principal objetivo servir de veículo para a divulgação do conhecimento proveniente de pesquisas e estudos relacionados à área de educação. A Revista é de periodicidade semestral e conta com uma versão online (ISSN: 2175-1609) e outra impressa (ISSN: 2316-9966).
Convidamos os pesquisadores a enviar artigos de demanda contínua e artigos para o Dossiê sobre Educação e Extensão na Universidade da edição n. 2 de 2013, da Revista Triângulo.
Em caso de dúvidas, entrem em contato conosco pelo e-mail retriangulo@uftm.edu.br.http://www.uftm.edu.br/revistatriangulo



Chamada de Artigos | Educação Online (PPGE/PUC-Rio)
A Revista Educação Online, vinculada ao PPGE/PUC-Rio, convida pesquisadores da área de educação a submeter seus artigos para a edição nº 15 da revista, a ser publicada em março de 2014. 
Endereço para submissão: http://educacaoonline.edu.puc-rio.br/ojs

Seleção de artigos para revista Glocal
Os editores da Revista Glocal – Painel de Geopolítica, Meio Ambiente, Cultura e Matemática Cotidiana estão selecionando artigos para serem publicados na próxima edição desse veículo. Seria de grande valia podermos contar com textos seus em nossa publicação.
A Glocal continua sendo uma das principais publicações organizadas para o público acadêmico discente brasileiro – universitários de graduação e pós-graduação e candidatos à prova do Enem – na qual abre-se espaço para que professores, pesquisadores, alunos de nível superior e livre pensadores de diversas áreas possam compartilhar e disseminar informação qualificada sobre artes, cultura, atualidades, política nacional e internacional, meio ambiente, geopolítica, economia, saúde pública, matemática cotidiana, ciências e temas relacionados à dinâmica da sociedade.
Os conteúdos são distribuídos nas seguintes áreas temáticas: Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e Ciências Humanas e suas Tecnologias.
Aos que se interessarem pelo envio de artigos, pedimos que observem o edital disponível no site http://www.revistaglocal.org.br/, onde pode-se verificar todos os detalhes. Os artigos deverão ter no máximo 4.400 caracteres e trazer determinados recursos (que serão utilizados como recursos visuais na revista) que estão descritos nesse edital. Textos deverão ser enviados até 10 de setembro, junto dos dados pessoais do autor, para o seguinte e-mail: artigos@revistaglocal.org.br.
Lembramos que oferecemos a gratificação de R$ 300,00 por artigo publicado, como agradecimento pela participação.
Solicitamos a gentileza de divulgarem este edital para o máximo de pessoas possíveis, sobretudo professores universitários, pesquisadores, estudantes do Ensino Superior, pós-graduandos e professores do Ensino Médio.
Embora a escolha dos temas seja livre, estamos especialmente interessados e textos relacionados aos atuais cenários nacional e internacional (movimentos sociais no Brasil e fora do país, propostas de reforma política, Estatuto da Juventude, Ato Médico, análise da obra do músico Dominguinhos, energia térmica X eólica etc) e relacionando conteúdos de Matemática ao cotidiano.
Essas são apenas sugestões de direcionamento, mas reiteramos que a escolha do tema é livre para os autores e muitos outros assuntos nos interessam, fiquem à vontade para enviar seus textos (desde que se adequem ao edital). 



Edital_Cadernos de Educação_UFPel
A revista Cadernos de Educação - UFPel lança edital para seu número temático de 2013
A revista Cadernos de Educação torna público este Edital e convida as pessoas interessadas a apresentarem propostas de Dossiê sobre a temáticaFormação de Professores da Educação Básica, para publicação no terceiro número de 2013. O período de submetimento de propostas é de 18/08/2013 a 15/10/2013.


ALEPH – Programa de Pesquisa, Aprendizagem – Ensinagem e Extensão em Formação dos Profissionais da Educação
Estamos renovando o convite aos componentes deste GT para que nos enviem artigos para publicação. A RevistAleph, que é Qualis B, está completando 10 anos no ar, em edições ininterruptas. Por isso mesmo, o nº 20, a ser publicado em dezembro de 2013, será um número especial, assim como este nosso convite. O Dossiê Temático será “HISTÓRIA, MEMÓRIA E NARRATIVAS: OS ANOS RECENTES DA EDUCAÇÃO NO BRASIL”. Nas demais sessões da Revista, os artigos e ensaios, como sempre, terão temática livre, mas sempre mantendo a referência com a categoria que dá identidade à Revista: a educação instituinte.O prazo para recebimento do material a ser analisado é 30/9. Para maiores informações sobre as normas para publicação e avaliação, solicitamos que seja acessado o endereçowww.revistaleph.com.

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS v. 7, n. 12 (2013)
TEMA:
Estudos em Educação Matemática com fundamentos na Teoria
Histórico-Cultural

A Poiésis, Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação
(Universidade do Sul de Santa Catarina - Brasil) informa, aos interessados
em publicar artigos científicos sobre Estudos em Educação Matemática com
fundamentos na Teoria Histórico-Cultural, que receberá artigos para um
dossiê temático.
O objetivo é divulgar a produção científica, voltada para a matemática
no contexto educacional, fundamentada na teoria histórico-cultural - cuja
matriz é o materialismo histórico e dialético (Vigotski, Leontiev,
Galperin, Davidov, Elkonin, entre outros).

Data limite para submissão de artigos: 31 de Outubro de 2013.
A edição será lançada em dezembro de 2013.
As normas para a elaboração dos trabalhos e submissão constam no site
http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Poiesis/about,em
“Submissões”.
As submissões ocorrerão somente pelo site:
http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Poiesis/user/registercom
encaminhamento, em “comentários para o editor”, para o dossiê
“Estudos em Educação Matemática com fundamentos na Teoria
Histórico-Cultural”.

Chamada de Artigos - Práxis Educativa
Dossiê: Estudos teóricos e epistemológicos sobre política educacional
http://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/announcement/view/87



Exposição SATORILAB "A Infância em Jogo"


A CASA museu do objeto brasileiro e Senac São Paulo recebem a exposição de brinquedos do projeto Satorilab, de Alejandro Sarmiento e Luján Cambariere.
A mostra SATORILAB “A Infância em Jogo” reúne mais de 170 brinquedos feitos com resíduos industriais de empresas como Adidas, Natura e Chilli Beans, criados em oficinas com alunos de design e arquitetura de quatro países – Argentina, Brasil, Chile e Colômbia.
Brincar livremente, sem julgamento, com alegria. Brincar com o corpo, com os outros, com a família, desenvolvendo valores e resgatando o caráter festivo da brincadeira. Brincar em comunicação com o planeta, tendo a natureza como fonte, usando o mínimo de material disponível, potencializado-o ao máximo através da imaginação. Estas são algumas das ideias transportadas para matéria nos cerca de 170 brinquedos que compõem SATORILAB “A Infância em Jogo”. Realizada por A CASA museu do objeto brasileiro e Senac São Paulo, a exposição ocupa a sede do museu de 12 de setembro a 18 de outubro e tem abertura marcada para o próximo dia 11, quarta, a partir das 19h30.
A mostra reúne parte da produção do projeto Satorilab, laboratórios de design experimental com materiais recicláveisidealizados pelos argentinos Alejandro Sarmiento, designer industrial, e Luján Cambariere, jornalista especializada em design. As peças foram criadas em oficinascoordenadas pela dupla entre 2007 e 2013, com mais de 800 estudantes de design e arquitetura da Argentina, Brasil, Chile e Colômbia. “Nos anos desta experiência, o resultado mais lindo não são as belas peças, mas a semente que fica em cada aluno de compreender que é crucial sentir-se criança outra vez e brincar como na infância para experimentar e desenhar. Que aí está nosso maior acervo material e imaterial”, considera a coordeandora Luján Cambariere.
Os brinquedos foram produzidos a partir de resíduos industriais de empresas como Adidas, Natura e Chilli Beans. Assim, embalagens de cosméticos se transformam em robôs, lentes de óculos escuros servem de asas de uma mariposa, restos da fabricação de um tênis se tornam uma nave espacial. “Costumamos dizer que os resíduos industriais são ‘o lixo mais silencioso’ porque ninguém sabe a quantidade de coisas que se descartam todos os dias. Dar-lhes vida nova é uma oportunidade muito interessante sob vários pontos vista: para os alunos, representa um impulso criativo e um grande aprendizado de trabalhar com o mínimo de material e o máximo de criatividade e, ainda, é uma tomada de consciência deste ciclo de consumo e obsolescência programada da qual de algum modo são responsáveis. Para as empresas e para o público em geral, é uma oportunidade de ter contato com o que descartamos, o que muitas vezes é a matéria-prima que permite o desenvolvimento de vários projetos sociais”, comenta a jornalista.
Para testar os brinquedos, foram criados júris formados por crianças. Por vezes, também, como algumas das oficinas aconteceram em espaços abertos ao público, haviam crianças passantes que paravam e experimentavam as peças. Segundo Luján, “As crianças receberam os brinquedos fantasticamente, e por vários motivos, principalmente porque são brinquedos que os permitem brincar interagindo e colocando algo de si na brincadeira. Não como muitos brinquedos atuais, que de algum modo, já lhes oferecem tudo pronto – falam, caminham... Além de tudo, ao estarem feitos com tanto amor e energia, os brinquedos têm uma alma especial que, sem dúvidas, se transmite para adultos e crianças. Têm vida”.

Serviço:
Exposição: SATORILAB “A Infância em Jogo”
Abertura: 11 de setembro, quinta-feira, das 19h30 às 22h30
Visitação: de 12 de setembro a 18 outubro de 2013
De segunda a sexta, das 10h às 19h. Sábados, das 12h às 16h
Local: A CASA museu do objeto brasileiro
Rua Cunha Gago, 807 – Pinheiros – Tel. (11) 3814-9711
Entrada Franca
Mais informações: www.acasa.org.br