domingo, 20 de outubro de 2013

O Globo e as ações afirmativas: dez anos de cobertura

O Grupo de Estudos Multidisciplinares da Ação afirmativa (GEMAA) do IESP-UERJ acaba de disponibilizar para o público seu segundo texto para discussão, que apresenta resultados da pesquisa sobre a cobertura que o jornal carioca O Globo dedicou às ações afirmativas entre os anos de 2001 e 2011. O fato de o estado do Rio de Janeiro ter sido um dos primeiros a adotar esse tipo de política fez com que o periódico carioca fosse o primeiro a dar atenção ao tema, ainda em 2001. Além de ajudar a entender os critérios de cobertura adotados pelo jornal, os dados apresentados pretendem qualificar a discussão em torno do papel da mídia no debate acerca das políticas de ação afirmativa de recorte racial. Dentre reportagens, artigos de opinião, editoriais, cartas de leitor etc., O Globo publicou 1.054 textos sobre o tema, o que demonstra o grande espaço ocupado pela temática no jornal. O presente texto para discussão apresenta dados a respeito de como o jornal distribuiu as matérias sobre o tema em suas seções, como organizou as tomadas de posição em suas páginas, quais atores sociais tiveram maior visibilidade no período e, sobretudo, quais discursos sobre as ações afirmativas raciais preponderaram.

Para ler o trabalho na íntegra, visite o site do GEMAA:

http://gemaa.iesp.uerj.br/publicacoes/textos-para-discussao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário