segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Dossiê Educação da Infância: temas em debate


CarXs Colegas

Compartilho com vocês a publicação do Dossiê Educação da Infância: temas em Debate:


Dossiê
Apresentação
Magali Reis, Maria das Graças Oliveira

O espaço e o tempo como marcas de alteridade em culturas infantis
Deise Arenhart, Jader Jane Moreira Lopes

A brincadeira de faz de conta e a infância
Zoia Prestes

Arte na educação infantil: pesquisa, experimentação e ampliação de repertórios
Rosvita Kolb-Bernardes, Luciana Esmeralda Ostetto

Educação da infância: um olhar sobre a formação de professores(as)
Ana Luisa Nogueira de Amorim

As políticas de priorização para o acesso ao direito à educação infantil em creches
Angela Scalabrin Coutinho, Adriana Dragone Silveira

Temporalidades adversas e adversidades temporais na educação da infância
Maria das Graças Oliveira, Magali Reis

Intervention et éducation précoces
Éric Plaisance

“… Porque agora as crianças são bebés! ”: mudanças percebidas na educação familiar e no jardim de infância por educadoras de infância em Portugal – o caso da alimentação
Cristina Rocha, Manuela Ferreira

Neurociência e inclusão: implicações educacionais para um processo inclusivo mais eficaz.
Stela Marques

Educação infantil do campo e Pedagogia: um diálogo a se fazer
Fernanda de Lourdes Almeida Leal

Artigos

Desdobramentos culturalistas dos manifestos modernistas à luz de uma teoria crítica
Rubens Russomanno Ricciardi

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Colecionando lugares e histórias com as crianças da Creche Nossa Senhora Aparecida – Pantanal, Florianópolis/SC


Compartilhando escritas e vivências...



Trabalho desenvolvido pelas acadêmicas Samara Lourenço e Thaissa Aguiar nas disciplinas Geografia e o Ensino e Estágio Supervisionado – Educação Infantil do Departamento de Pedagogia Universidade do Estado de Santa Catarina –UDESC sob a coordenação das professoras Karina Rousseng Dal Pont e Geyza de Abreu.

Leia o registro aqui


domingo, 14 de agosto de 2016

Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica

Temos o imenso prazer de comunicar que a Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica – RBPAB (e-ISSN 2525-426X ), foi lançada, no mês de julho, por ocasião do VII CIPA, realizado na UFMT, em Cuiabá.
O Conselho Editorial da RBPAB informa que está recebendo trabalhos para submissão, em fluxo contínuo, com vistas à edição de seus próximos números.

O número 1, v. 1, já está disponibilizado no Portal de Periódicos da EDUNEB e pode ser acessado pelo seguinte endereço eletrônico: 

O número 2, v. 1, em processo de editoração, tem lançamento previsto para o mês de agosto.

O número 3, previsto para dezembro deste ano, já se encontra em preparação, e solicitamos a submissão de textos.

A RBPAB é uma revista que se propõe a fomentar e a difundir, junto à comunidade científica, nacional e internacional, estudos na área da pesquisa (auto)biográfica, estando, portanto, aberta a propostas de trabalho para as seguintes seções:
a)      Dossiê temático
b)      Artigo
c)      Ensaio
d)      Entrevista
e)      Documento
 Informamos que a proposição de dossiê será feita através do e-mail biographassociacao@gmail.com, devendo constar:
  1. Título do dossiê;
  2. Organizadores (máximo de dois), incluindo vinculação institucional, maior titulação e e-mail;
  3. Argumento epistemológico e teórico-metodológico do dossiê, explicitando pertinência, relevância e aderência da temática e suas contribuições para o campo dos estudos (auto)biográficos;
  4. Indicação de pelos menos dois ou três autores estrangeiros de países diferentes e de autores brasileiros vinculados à temática

Convidamos os colegas a acessarem a página da revista para conhecer as normas de publicação e obter as demais informações necessárias à submissão de trabalhos, através da plataforma SEER. Disponível em: <http://www.revistas.uneb.br/index.php/rbpab/>.
A RBPAB aguarda a sua contribuição.

Solicitamos divulgação da chamada de submissão de texto em diferentes listas.
Cordialmente,

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Livro Educação infantil: Arte, Cultura e Sociedade

Compartilho com você a publicação do livro Educação infantil: Arte, Cultura e Sociedade. A obra reúne as produções de professores - doutores vinculados a  renomadas instituições brasileiras de Ensino Superior.
A abordagem da obra traduz questões emergentes da área e a complexidade da Educação Infantil Brasileira.


domingo, 7 de agosto de 2016

Curso de extensão em Crianças: Participação e Protagonismo Infantil na América Latina



Essa semana tiveram início as atividades do  Curso de extensão em Crianças: Participação e Protagonismo Infantil na América Latina. O curso é um projeto do Grupo de Pesquisas e Estudos em Geografia da Infância e está sendo oferecido com apoio de professores e pesquisadores de países da América Latina. O objetivo é fortalecer a rede de trabalho envolvendo o tema do protagonismo e participação das crianças.

A palestra de abertura "Reflexividad de/colonial de las pedagogías situadas del cuidado y la crianza infantil. Metodologías de co/labor epistémica para la formación intercultural de profesionales en educación" foi proferida pela Profª. Patrícia Medina Melgarejo – do MÉXICO.

O curso tem carga horária de 100 horas e irá ocorrer no segundo semestre de 2016 e primeiro de 2017. Conta com a participação de 45 inscritos. 

domingo, 31 de julho de 2016

Tese Entre gestion et éducation dans la petite enfance au Brésil et en France : des implications professionnelles sous tension - Silvia Valentim

A tese de Silvia Valentin, fruto de uma co-tutela entre o PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE e a ḖCOLE DOCTORALE DROIT ET SCIENCES HUMAINES ED 284 da  UNIVERSTE DE CERGY-PONTOISE está disponível para consulta. 
A tese foi orientada conjuntamente pelos professores  Gilles Monceau e Jader Janer Moreira Lopes.

Acesse o texto (em francês) aqui

11ª edição da Revista DESidades | 11ª edición de la Revista DESidades

Na 11ª edição da DESidades, apresentamos o dossiê sobre a “Infância na América Latina”, organizado pelos pesquisadores argentinos Pablo de Grande, Valeria Llobet e Carolina Remorini. Este número conta com o seguinte sumário:
Seção Espaço Aberto: entrevista de Kelly Russo com Gabriela Novaro sobre Crianças e adolescentes indígenas e imigrantes no contexto escolar argentino.
Seção Temas em Destaque:
  • A experiência de jovens mulheres como combatentes da guerrilha das FARC e do ELN, de Nohora Constanza Niño Vega;
  • As crianças e suas relações com as tecnologias da informação e comunicação: um estudo em escolas peruanas, de Patricia Ames;
  • Além do patriarcado: a infância e a maternidade em Nietzsche, de Leandro Drivet;
  • Quando e como a proteção da infância é um valor para os adultos, de Suzana Santos Libardi; 
  • O desafio de uma cidadania crítica na infância chilena, de Alejandra González Celis.
Seção Informações Bibliográficas: resenhas de María Adelaida Colangelo sobre o livro “La niñez mapuche: sentidos de pertenencia en tensión”; e de Emma Liliana Navarrete acerca da obra “Educación media superior y deserción juvenil. Una mirada desde las historias de vida”. Além do levantamento de 36 publicações sobre infância e juventude na América Latina referentes ao último trimestre.
Para acessar a revista, clique AQUI
Boa Leitura! 
Equipe Editorial
_________________
En la 11ª edición de DESidades, presentamos el dossier sobre la “Infancia en la América Latina”, organizado por tres investigadores argentinos: Pablo de Grande, Valeria Llobet e Carolina Remorini. Este número cuenta con el siguiente sumario:
Sección Espacio Abierto: entrevista de Kelly Russo con Gabriela Novaro sobre Niños, niñas y adolescentes indígenas e inmigrantes en el contexto escolar argentino.
Sección Temas Sobresalientes:
  • La experiencia de jóvenes mujeres como combatientes de la guerrilla de las FARC y del ELN, de Nohora Constanza Niño Vega;
  • Los niños y sus relaciones con las tecnologías de información y comunicación: un estudio en escuelas peruanas, de Patricia Ames;
  • Más allá del patriarcado: la niñez y la maternalidad en Nietzsche, de Leandro Drivet;
  • Cuándo y cómo la protección de la infancia es un valor para los adultos, de Suzana Santos Libardi; 
  • El desafio de una ciudadanía crítica en la infancia chilena, de Alejandra González Celis.
Sección Informaciones Bibliográficas: reseña de María Adelaida Colangelo sobre el libro “La niñez mapuche: sentidos de pertenencia en tensión”; y de Emma Liliana Navarrete acerca de la obra “Educación media superior y deserción juvenil. Una mirada desde las historias de vida”. Además, el levantamiento de 36 publicaciones sobre infancia y juventud en América Latina referentes al último trimestre.