sábado, 29 de dezembro de 2012

QUANDO CRIANÇAS E DINOSSAUROS SE ENCONTRAM: UMA EXPERIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICO-CULTURAL NA CRECHE UFF

"Quem passasse por aquele pelo campo gramado próximo ao prédio da Educação Física do Campus do Gragoatá da Universidade Federal Fluminense, talvez não entendesse o que estava acontecendo. Estavam reunidos ali um grupo de crianças de aproximadamente 04 anos mais alguns adultos. Elas corriam para um lado e para o outro, brincavam de pegar umas às outras, em um determinado momento esticaram uma longa fita métrica e depois foram deitando ao lado dela, uma após outra, pareciam usar os seus corpos para medir algo, para calcular alguma extensão.

No âmbito de uma Universidade, não é comum observar-se crianças produzindo conhecimentos, talvez sequer observar-se a presença de crianças. Como a visão que temos hegemonizada é da criança como um sujeito pré-científico, parece no mínimo estranha a cena, já que se tratava de crianças construindo conhecimentos ativamente, colocando-se como sujeitos do/no diálogo com adultos, mediados pelos problemas e utilizando ferramentas cognitivas, nesse caso além das fitas métricas, seus próprios corpos.

Para compreender o que estava acontecendo ali, faz-se necessário recuar no tempo alguns dias e situar-se num outro local diferente desse. Esse local é a creche da Universidade Federal Fluminense, uma unidade de educação infantil, situada no mesmo campus descrito no parágrafo anterior, localizada na cidade de Niterói, cidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. (...)"

Essa é a introdução do texto "QUANDO CRIANÇAS E DINOSSAUROS SE ENCONTRAM: UMA EXPERIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICO-CULTURAL NA CRECHE UFF" de autoria de Jader Janer e Marissol Barenco. O artigo faz parte do livto "A teoria da atividade sócio-histórico-cultural e a escola: recriando realidades sociais", organizado por Fernanda Coelho Liberali, Elaine Mateus e Maria Cristina Damianovic (Pontes Editora, Campinas, 2012). É um relato de uma experiência ocorrida na Creche UFF com as crianças do Grupo 02, que tem entre 03 e 04 anos de idade,  a partir da teoria histórico-cultural (de Vigotski e seus colaboradores) discute-se a produção de conhecimentos por crianças pequenas, a significação conceitual e claro, as transformações na forma de ser e estar no mundo dos envolvidos nesse projeto.

É um ótimo relato para se refletir sobre os saberes que se constroem na Educação Infantil, sobre as diferentes pessoas envolvidas num trabalho como esse e as possibilidades da teoria, organizada pelo grupo de psicólogos soviéticos, ser aplicada na prática cotidiana.




sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Mapas Narrativos

Quando eu era criança a vida era difícil...criança tinha que trabalhar...a gente trabalhava na roça, ajudava em casa, buscava lenha, carregava na cacunda mesmo...punha a lenha na cacunda e andava muito...ia descalço sem sapato..chinela...brincar....era quando sobrava tempo...se sobrava...mas o bom era que o mundo era nosso...a gente brincava em qualquer lugar...no terreiro da casa, na rua...ia para o meio da mata, nos altos dos morros...tudo era lugar de criança, tudo virava brinquedo..a gente pegava chuchu e fazia aqueles monte de boi, o caroço de manga era nossos bichos ou virava malha para derrubar as latas que a gente empilhava... (risos)... (Sr. Roque Lopes, 72 anos, nota de campo expandida de 1997).

As memórias acima descritas falam de um tempo de criança, um tempo onde a datação cronológica é imprecisa, “lá pelos idos de...”, sem certezas do tempo, mas com vivências espaciais onde o mundo era das crianças, tudo era lugar de criança... “criança podia ficar livre...solta..andava por todos os cantos...”
Lembranças resgatadas nas narrativas, que cartografam um momento de ser criança em território brasileiro, mais precisamente no interior da Zona da Mata Mineira. Nessa cartografia evidenciam-se os fazeres, os lugares, o cotidiano, o mundo vivido.
É dessas temáticas que este texto trata. Procuramos dialogar com uma proposta de pesquisa intitulada Mapas Narrativos (Narrative Landkarten), aporte teórico-metodológico sistematizado pelos pesquisadores do Siegener Zentrum für Sozialisations-, Lebenslauf- und Biografieforschung (SIZE) da Universität de Siegen, na Alemanha, cujas estratégias pretendem desvelar e compreender o “Mundo
Vivido dos Sujeitos” (Lebenswelt).

Trecho do texto "Mapas Narrativos e espaços de vivências: cartografando os lugares de infância". Publicado no livro Infâncias e Crianças : lugares em diálogos. O texto tem como autoria Jader Janer e aborda as pesquisas desenvolvidas no GRUPEGI. Maiores detalhes do livro nesse blog.

Geografares publica nova edição

Caros leitores,

A revista Geografares acaba de publicar seu último número, disponível em
http://www.periodicos.ufes.br/geografares. Convidamos a navegar no sumário
da revista para acessar os artigos e outros itens de seu proveito.

Agradecemos seu constante interesse em nosso trabalho,
Claudio Zanotelli
Universidade Federal do Espirito Santo
clzanotelli@yahoo.com.br

Geografares
Nº 13
Sumário
http://www.periodicos.ufes.br/geografares/issue/view/328

Conselho Editorial

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

CfP: "Which discipline do children belong to? Crossroads in research on childhood"

Dear collegues,
The "“Sciences of childhood, Sciences of children” Group is pleased to announce
an international two-day workshop, entitled "Which discipline do children belong to? Crossroads in research on childhood", will be held in Paris on the 23th and 24th of May 2013. Enclosed you will find the Call for Paper.

The workshop will be held at Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS), Salle Lombard, 96, bd. Raspail. Please submit 500 to 600 words abstracts in English or French for proposed papers by 15th January 2013 on the website http://jediscenf2013.sciencesconf.org. Notification of acceptance of paper will be sent by the end of February. Feel free to contact the organization committee for any information at sciencenfance@gmail.com.

Please, send this call to whoever might be interested in contributing to the workshop.
Thank you in advance,

Regards,
The organizers
Alice Sophie Sarcinelli
doctorante en anthropologie
Institut de Recherche Interdisciplinaire sur les Enjeux Sociaux (Sciences sociales, Politique, Santé)
École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris
Médecins du Monde

http://iris.ehess.fr/document.php?id=824



Bonjour,

Veuillez trouver en pièces jointes un appel à communications (en français et en anglais) pour deux journées d'étude internationales organisées les 23 et 24 mai 2013 à Paris intitulées : À quelle discipline appartiennent les enfants ? Croisements, échanges et reconfigurations de la recherche autour de l'enfance.

Ces journées se dérouleront à l'EHESS (Salle Lombard - 96, bd. Raspail). Les propositions sont à déposer sur le site dédié à cette manifestation (http://jediscenf2013.sciencesconf.org/, onglet "déposer") avant le 15 janvier 2013.

Pour toute question, vous pouvez directement contacter les organisateurs à cette adresse : sciencenfance@gmail.com

Merci de diffuser cette annonce dans vos réseaux et auprès des personnes qui pourraient être intéressées.

Bien cordialement,
Les Organisateurs

domingo, 16 de dezembro de 2012

Livro Infâncias e Crianças: lugares em diálogos


No "Seminário de Educação 2012" ocorrido na UFMT, foi lançado o livro Infâncias e Crianças: lugares em diálogos, organizado por Daniela Freire e Jader Janer. 

"E esse livro é mais uma criação, uma proposta de conversar com o leitor sobre as crianças e as infâncias que se presentificam em nossos espaços e tempos. Fruto de uma parceria entre os grupos de pesquisas “Grupo de Pesquisas em Psicologia da Infância - GPPIN” da Universidade Federal do Mato Grosso, e do “Grupo de Pesquisas e Estudos em Geografia da Infância - GRUPEGI” da Universidade Federal Fluminense, possível a partir do financiamento concedido pelo programa “PROCAD - NOVAS FRONTEIRAS”, criado e mantido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior- CAPES.
Esse programa tem permitido que desde o ano de 2010, início do fomento,nossos grupos compartilhem seus trabalhos de estudos, pesquisas e extensões em diferentes instituições que recebem crianças pequenas, sobretudo na cidade de Cuiabá e Niterói, a partir do estabelecimento de projetos comuns e colóquios ocorridos semestralmente em nossas universidades.
E foi com o intuito de ampliar esse diálogo que convidamos diversos pesquisadores da área da infância que, ocupando diferentes lugares, pretendem trazer reflexões sobre suas pesquisas com crianças e as experiências vivenciadas em diversos locais.
Reunimos aqui um conjunto de textos que tem esse intuito, não de se tornarem construtos fechados, mas ampliar com o debate e contribuir com nossas atividades e dos demais colegas a partir de seus campos de conhecimentos e localidades de trabalhos. Por isso o leitor irá encontrar aqui palavras que se aproximam, às vezes se afastam, pesquisas iniciadas recentemente, outras com mais tempo de atuação, trabalhos cotidianos, reflexões metodológicas e teóricas, diferentes inquietações, mas todas compartilhando os estudos com crianças. É assim que encontramos Ana Lúcia Adriana Costa, Adolfo Pizzinato, Ana Rosa Picanço Moreira, Andressa Botton, Christyne Gomes Toledo de Oliveira, Dolores Galindo, Elizabeth Figueiredo de Sá, Érica Nayla Harrich Teibel, Elizabeth Tunes, Flávia Almeida Turrini, Jaqueline de Fátima Ribeiro, Kely Maria Pereira de Paula, João Pedro Ce, Leonardo Lemos de Souza, Márcia Santos Ferreira, Marissol Barenco de Mello, Marlene Neves Strey, Morgana Moreira Moura, Tânia de Vasconcellos, Raquel Gonçalves Salgado, Rodrigo de Oliveira Machado, Sônia Regina Fiorim Enumo, Tatiane Lebre Dias, Vera Vasconcellos, Zoia Prestes, e nós mesmos, que juntos trazemos uma diversidade de temas que formam as páginas aqui presentes.

Publicado pela editora da UFMT. Contatos:
Editora da Universidade Federal de Mato Grosso
Av. Fernando Correa da Costa, 2.367.
Boa Esperança. CEP: 78060-900. Cuiabá-MT.
Contato:
edufmt@hotmail.com
www.editora.ufmt.br
Fone: (65) 3615-8322 / 3615-8325

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

The European Children's Film Network


The European Children's Film Network is a database service offered by ECFA (European Children's Film Association). The databases for this network we started after the "1st European Conference on the Distribution of Films for the Young Audience", that we organised in November 1999 at Konstanz/Germany in cooperation with Bundesverband Jugend und Film (BJF), the German federation of film clubs for children and young people.

These databases are meant as a sources of information on European high-quality films for children and young people in order to help to improve their distribution and the marketing all over Europe and to other continents as well.

The website was started in 1999, so we cover most films for children that were produced in European countries since that year, including some films that were produced a few years earlier, but appeared at festivals or in distributions in 1999 or later.

The maintaining of these databases is a service provided by ECFA and not funded by nobody else. So there is no big staff behind this website, but the work of a few individuals. Therefore we can not claim to be perfect. If you miss something or you find some incorrect information or you miss a certain film please let us know and we will improve it. But first we hope you find here what you are looking for.

http://www.ecfaweb.org/network.htm

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Simpósio Temático 43: Feminismo e Creche: desafios atuais para uma educação descolonizadora


Convidamos a tod@s para participarem do Simpósio Temático 43: Feminismo e Creche: desafios atuais para uma educação descolonizadora, do Seminário Internacional Fazendo Gênero 10 - Desafios Atuais dos Feminismos, que se realizará em Florianópolis, Santa Catarina, entre 16 a 20 de setembro de 2013.
As inscrições para apresentação de trabalhos nos Simpósios Temáticos e para inscrições de Pôsteres estão abertas até o dia 20 de março de 2013.

Mais informações,
http://www.fazendogenero.ufsc.br/10/

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Muito Além do Peso

Obesidade, a maior epidemia infantil da história.

Pela primeira vez na história da raça humana, crianças apresentam sintomas de doenças de adultos. Problemas de coração, respiração, depressão e diabetes tipo 2.

Todos têm em sua base a obesidade.

O documentário discute por que 33% das crianças brasileiras pesam mais do que deviam. As respostas envolvem a indústria, o governo, os pais, as escolas e a publicidade. Com histórias reais e alarmantes, o filme promove uma discussão sobre a obesidade infantil no Brasil e no mundo.

com

Jamie Oliver, Amit Goswami, Frei Betto, Ann Cooper, William Dietz, Walmir Coutinho, entre outros.
Direção: Estela Renner
Produção Executiva: Marcos Nisti
Direção de Produção: Juliana Borges
Fotografia: Renata Ursaia
Montagem: Jordana Berg
Projeto Gráfico: Birdo
Trilha Sonora: Luiz Macedo
Produção: Maria Farinha Filmes
Patrocínio: Instituto Alana

http://www.muitoalemdopeso.com.br/

[FQS] Newsletter November 2012

Dear All,

Today I would like to draw your attention to the following news:

A. Articles, Published in FQS in November 2012
B. Conferences and Workshops
C. Links
D. Open Access News

Enjoy reading!
Katja Mruck

This newsletter is sent to 16,797 registered readers.

FQS - Forum Qualitative Sozialforschung
/ Forum: Qualitative Social Research (ISSN 1438-5627)

http://www.qualitative-research.net/
English / German / Spanish

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

14 Encontro de Geógrafos da América Latina


As inscrições do 14o EGAL, que será no Peru, se encerram agora no dia 30 de novembro, quem desejar enviar trabalhos, maiores detalhes em:
http://www.egal2013.pe/
obs.: inicialmente são inscrições de resumos.

Royal Geographical Society (with IBG) Annual International Conference 2013 - Geographies of Children, Youth and Families Research Group

Call for Sessions

The Royal Geographical Society (with IBG) is pleased to announce that the Call for Sessions and Papers has opened for its Annual International Conference 2013 (AC2013). The conference, which will be chaired by Professor Jonathan Rigg (Durham University), will have as its theme New geographical frontiers.

Please note that the conference has returned to London in August:

Date: Wednesday 28 to Friday 30 August (with an opening reception on Tuesday 27 August)

Location: Royal Geographical Society (with IBG), London

Members of the geographical and related communities are invited to propose sessions for the RGS-IBG Annual International Conference 2013. The Geographies of Children, Youth and Families Research Group (GCYFRG) would like to invite proposals for sessions sponsored by the GCYFRG. We would welcome joint sessions with other research groups.

The RGS-IBG Annual International Conference 2013 has a theme of new geographical frontiers, inviting exploration of the many ways that frontier can be employed as a concept, a metaphor or as a point of empirical focus, such as in geographical theory, inter-disciplinary research, and the contribution and impact of geography in society and economy.

The GCYFRG is inviting session proposals (either GCYFRG sponsored or co-sponsored with other research groups) relating to its general interests in geographies of children, young people and families. Session proposals should link in some way to the conference theme, although this is not absolutely necessary. Further information about the research group and its aims can be found at http://www.gcyf.org.uk/aims.html. Please note that the list of topics stated in the research group’s aims is not exhaustive and sessions relating to other relevant themes will be fully considered.

Sessions may take the form of presented papers, panels, practitioner forums, discussions or workshops. Innovative sessions and formats are encouraged. A small number of sessions containing Skype or other distance presentations can be supported at AC2013, but must be agreed with the conference organisers in advance so they can be scheduled at RGS-IBG for appropriate technical support.

Proposals for, or questions about, GCYFRG sponsored sessions should be sent to Dr Natalie Beale n.h.beale.academic@gmail.com. Proposals should be submitted by 2nd December 2012. Please send proposals to the email address stated and not my Teesside University account.

Dr Natalie Beale
School of Health and Social Care
Teesside University

Fourth International and Interdisciplinary Conference on Emotional Geographies

1-3 July 2013 at the University of Groningen, The Netherlands
Session: Children’s Emotional Geographies: Practical and Policy Matters?
Session Organisers: Matej Blazek (Loughborough University, UK) and Peter Kraftl (University of Leicester, UK)

CALL FOR PAPERS:
A range of recent research by geographers and others has sought to foreground the emotional and affective geographies of children’s and young people’s lives. Often, this work has highlighted how emotion and affect provide a sense of ‘what matters’ to children and young people in ways that both resonate with, and extend beyond, other concerns (from emotions involved in participatory processes, to hopes and fears expressed with/in particular geo-political contexts). This session seeks to provide a forum in which scholars can expand thought, debate and practice about the ways in which children’s emotional geographies might matter. It begins with an assumption that emotional geographies do matter in policy and practice with children in a very wide range of geographical, historical and (non-)institutional contexts. It also seeks to question the ways in which emotions and affects are written-into particular policies and practices that are, implicitly or explicitly, produced and enacted on behalf of young people, including the modes of expression that research can use for communicating emotional geographies of children and young people. This session will provide a space for further and deeper conceptual, methodological as well as empirical engagement with emotions in relation to the policies and practices that actively shape children’s spatialities.


The session organisers invite papers on the following topics/themes, but this list is not exhaustive:
· methods, formats and strategies for communicating children’s emotional geographies to policy-makers and practitioners;

· the potential role of diverse media (e.g. Web 2.0 technologies) and techniques for communicating and representing the vibrancy of children’s emotional geographies to diverse audiences;

· critical reflections upon how, where and when children’s emotional or affective geographies might (or might not always) ‘matter’;

· the role of children’s emotional geographies in extending what is meant by the (public) ‘impact’ of academic research;

· the potential for collaborations between young people, academics, policy-makers and practitioners around emotions/affects that ‘matter’;

· (relational) emotions involved in professional work with young people (e.g. in youth work, (non)formal education contexts);

· emotions and affects in non-formal or ‘alternative’ spaces and institutions (e.g. alternative and informal education, activism, protest, intentional communities);the governance of children’s and young people’s emotional geographies, and articulations of emotion in and through discourses about young people (e.g. policy documents, websites, mass media, social networking sites);

· the conceptual differences between emotional geographies of children and adults and their practical implications in relation to policy and practice.

Please send an abstract of your paper or any other inquiries to Matej Blazek (m.blazek@lboro.ac.uk) and Peter Kraftl (pk123@leicester.ac.uk) beforeJanuary 11th, 2013. We are happy to consider alternative formats of contribution (e.g. short critical reflections). There will be videoconferencing facilities at the conference – feel free to get in touch should you be interested.
http://www.rug.nl/frw/onderzoek/emospa/index

Century of the child


Olá,
Vale conferir:
http://www.moma.org/interactives/exhibitions/2012/centuryofthechild/

postado por
Lorena lopes pereira bonomo

'Young people's constructions of identity in Bulgaria' Lecture by Professor Alistair Ross, Tuesday 11th December 2012 at London Metropolitan University.

This sixth lecture in the Jean Monnet Lecture Series: Border Crossings, Moving Borders, will look at young people in Bulgaria. Bulgaria is one of the least affluent counties in the European Union, and its young people are being socialised into a complex and heterogeneous set of social structures. The young people in the study comprise a generation born into major changes, and have developed their ideas of their identity in greatly different circumstances to their parents and grandparents. Based on focus groups in three different locations in Bulgaria, the research included a wide variety of young people.

Social identities are increasingly recognised as being both multiple and constructed contingently within a context that for some includes the idea of Europe. Young people are developing identities that may include a range of intersecting dimensions, including gender, age, region and European. Understanding how new young Bulgarians construct their idea of Europe, their role in it, and what it means to be European will be of value and importance to a very wide audience.



The lecture will take place on Tuesday 11th December 2012, 5.30-7pm in Room T1-20, London Metropolitan University, 166-220 Holloway Road, London N7 8DB. The lecture is free of charge but places are limited.

If you wish to attend, please book your place via Eventbrite: http://jeanmonnetbulgaria.eventbrite.com

Please feel free to print and circulate the attached flyer and forward this e-mail to those who you think may be interested.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Festival de teatro para a primeira infância na Itália


festival

Visioni di futuro, visioni di teatro...
festival internazionale di teatro e cultura per la prima infanzia
9ª edizione: 23 febbraio - 3 marzo 2013

“Visioni di futuro, visioni di teatro…” compie nove anni e prosegue il suo cammino.

Visioni di futuro, visioni di teatro...
... è uno dei festival di Small size, la rete europea per la diffusione delle arti performative per la prima infanzia.

http://www.testoniragazzi.it/area.php?idarea=16

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

QUANDO A CASA É A RUA



What makes children turn to the streets? How can street-connectedness be overcome? A project by CIESPI - The International Center for Research and Policy on Childhood (PUC-Rio University) and CODENI, with the support of Fetzer Institute, the 35 minutes documentary, directed by Thereza Jessouroun, tries to answer these questions with testimonies and daily life images of children and youth who grew up on the streets of Rio de Janeiro and Mexico City.

O que leva crianças e jovens a viver nas ruas? O que faz com que deixem as ruas? Projeto do CIESPI - Centro Internacional de Estudos e Pesquisa sobre a Infância (PUC-Rio) e do CODENI, com apoio do Instituto Fetzer, o documentário de 35 minutos, dirigido por Thereza Jessouroun, procura responder essas perguntas com depoimentos e imagens cotidianas de jovens que cresceram nas ruas das cidades do Rio de Janeiro e do México.

¿Qué es lo que lleva a niños y jóvenes a vivir en la calle? ¿Cómo se supera el arraigo a la calle? Un proyecto de CIESPI - Centro Internacional de Estudios y Investigaciones sobre Infancia (Universidad PUC-Rio), y con el apoyo del Instituto Fetzer, este documental de 35 minutos de Thereza Jessouroun, intenta responder estas preguntas con testimonios e imágenes de la vida cotidiana de chavos que crecieron en las calles de las ciudades de México y Rio de Janeiro.




LANÇAMENTO E DEBATE

QUANDO A CASA É A RUA

O DRAMA DA VIDA NAS RUAS PELAS LENTES DO CINEMA

Filme de Thereza Jessouroun

PUC-Rio – campus Gávea

Rua Marquês de São Vicente, 225.

Dia 7 de novembro de 2012 – 14 horas

Auditório B8 (8º andar do Ed. Frings - elevador até o 6º andar, em frente ao Banco Itaú)



Abertura:

Luiza Helena Nunes Ermel - Diretora do Departamento de Serviço Social da PUC-Rio

Pe. Leonardo Agostini, diretor do Departamento de Teologia da PUC-Rio



Debatedores:

Irene Rizzini - Professora do Departament de Serviço Social da PUC-Rio

Maria Clara Bingemer - Professora do Departamento de Teologia da PUC-Rio

Thereza Jessouroun - Documentarista, Diretora da Kino Filmes

Sebastião B. Andrade - Educador da Associação Beneficente Amar

Eufrásia Maria Souza das Virgens - Defensora Pública da Coordenadoria de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente



Realização: CIESPI, em convênio com a PUC-Rio e CODENI, Guadalajara, México; Fetzer Institute, Michigan, EUA.

Organização e apoio: PUC-Rio - Departamento de Teologia; Cátedra Carlo Maria Martini; Departamento de Serviço Social.

Veja o trailer em:

Novos Filmes

Indicamos diversos filmes com temáticas sobre as crianças e suas infância. Agora também na página "Vídeos e filmes relacionados à Infância", além dos disponibilizados anteriormente na pagina principal desse blog.


Occasional Papers: After-School Time


Occasional Papers invites contributions to a special issue on After-School Time

After-school time, once reserved primarily for informal social activities, has become a source of increasing concern for adults who see these hours as crucial to the academic and social development of healthy young people. Much of the research and policy related to after-school time echoes these concerns, placing emphasis on the need for structure and surveillance, and focusing on assessment-driven outcomes. Yet, for many children and youth, the after-school hours are more than “school outside of school,” providing a space for autonomy, non-school activities, or “hanging out” with friends, on or offline. With potential differences in adult and youth perspectives in view, this special issue of the Bank Street Occasional Papers seeks to answer the questions: What do young people value about their out of school hours? What else might after-school time offer, other than more school?

After-School Time will provide a forum for discussing the lives of school-aged children and youth outside the classroom. In particular, we are interested in research that explores young people’s experiences in after-school spaces including, but not limited to, patterns of participation, relationships among peers, and between adults and children. We have identified three kinds of spaces, mindful that after-school geographies overlap, to organize our inquiry:
Institutional Spaces

Despite a great deal of interest in after-school programs from researchers and policy-makers, there has been little consensus on which of these programs are successful, or even on how success should be defined. While some see after-school programs as ideal spaces for arts-based activities that are no longer available in many schools, others see them as places for academic remediation and test-preparation. These choices, while reflecting the need for programs to produce demonstrable outcomes to secure funding, often leave little room for engaging young people in making decision about their discretionary time. How might we revitalize youth decision making in after-school programming? How do we support activities and engagements that matter to the way young people see their lives?
Public Spaces

Long considered a nuisance to society, young people’s use of public space such as malls, parks, and libraries, is often highlighted in debates about after-school time. Youth bodies and youth activities are produced as inherently dangerous in the public domain, and cited by adults as justification for increased surveillance and regulation. Research is only beginning to explore the effects of geographical privatization on young people’s lives. How are young people using public spaces? What tensions occur between young people and those who govern public spaces, and how are these tensions being resolved?
Personal Spaces

While access to personal space continues to be mediated by a variety of economic, social, and cultural factors, young people in the highly industrialized countries spend an increasing amount of their after-school hours in personal spaces. Teens’ bedrooms, in particular, have become important sites for leisure and learning where they are increasingly networked through vast media resources. What roles do these personal spaces, or the lack thereof, play in young people’s after-school time? How are young people’s personal after-school spaces affected by changing definitions of private and public life?

We encourage submissions that include audio or video recordings, photography, or graphic art, in addition to traditional written analysis.

If you have questions or would like to discuss your ideas, please contact guest editor, Jennifer Teitle at jennifer-teitle@uiowa.edu or 563-271-8672.

Due Date: January 1, 2013. Manuscripts should be double spaced and formatted in APA Style. Text manuscripts may be between 1000-6000 words. Only unpublished manuscripts that are not under review by other publications are eligible for consideration. Send manuscript as Word document, subject line OP Special Issue Submission, to Jennifer Teitle -- jennifer-teitle@uiowa.edu

For more information about Bank Street’s Occasional Papers:bankstreet.edu/occasional-papers

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

"Novas visões sobre as Crianças"

Prezados colegas,
Escrevo com o objetivo de informar que a primeira publicação da coleção chamada "Infâncias" e agora batizada de "Novas visões sobre as Crianças", acabou de ser lançada. O projeto está disponível em formato digital (para Apaid e Android). Os leitores interessados podem comprar a versão eletrônica, com agilidade, por R$ 10,00.
Neste primeiro número, intitulado: Sociologia da Infância, são apresentados  dados sobre a vida e a obra dos seguintes autores: Régine Sirota (por Anete Abramovicz); Jens Qvortrup (por Maria Letícia do Nascimento), Willian Corsaro (por Fernanda Muller e Ana Maria Almeida Carvalho), Manuel Sarmento (por Anna Cristina Coll Delgado) e Alan Prout (por Jader Janer Moreira Lopes e Angela Meyer Borba). O segundo número, que tratará da Criança e a Produção Cultural, apresenta os trabalhos de Loris Malaguzzi (por Ana Lúcia Goulart de Faria e Adriana Alves da Silva), Túllia Musatti (por Tatiana Noronha de Souza e Maria Clotilde Rossetti-Ferreira), Jorge Larrosa (por Flávia Inês Scchilling), Gilles Brougère (por Tizuko Morchida Kishimoto) e Mattew Lipman (por Walter Omar Kohan), está em fase de preparação e deverá ser lançado nos próximos meses. 


sábado, 20 de outubro de 2012

New edited collection from Berghahn books

LEARNING FROM THE CHILDREN
Childhood, Culture and Identity in a Changing World

Edited by Jacqueline Waldren and Ignacy-Marek Kaminski

Berghahn 204 pages, 3 ills, bibliog., index
ISBN 978-0-85745-325-9 Hb $60.00/£37.50 Published (June 2012)
eISBN 978-0-85745-326-6

Children and youth, regardless of their ethnic backgrounds, are experiencing lifestyle choices their parents never imagined and contributing to the transformation of ideals, traditions, education and adult-child power dynamics. As a result of the advances in technology and media as well as the effects of globalization, the transmission of social and cultural practices from parents to children is changing. Based on a number of qualitative studies, this book offers insights into the lives of children and youth in Britain, Japan, Spain, Israel/Palestine, and Pakistan. Attention is focused on the child's perspective within the social-power dynamics involved in adult-child relations, which reveals the dilemmas of policy, planning and parenting in a changing world.

"This volume is an important contribution to the literature on children, their life worlds and child-parent interaction in multicultural settings. It is not entirely new that children have agency. The merit of the authors of this volume is that they are starting to address which strategies children may use both to strengthen and utilize this agency, and not the least point at limitations of agency." · Harald Beyer Broch, University of Oslo

"Overall this is a strong volume with a coherent narrative and some very rich ethnography. I enjoyed reading it-all the contributors write well and have focused on the themes of the book. The links made between academic and practitioner work were very well done and the personal voices of the authors come through strongly. This is often an extremely hard task to pull off without becoming self-indulgent but in this case it worked very well." · Heather Montgomery, The Open University, UK

Series: Volume 35, New Directions in Anthropology <http://www.berghahnbooks.com/series.php?pg=new_dire>

ALAS CHILE 2013: “Crisis y emergencias sociales en América Latina”.

De: Departamento Ciencias de la Educación <deptoce@fahce.unlp.edu.ar>
Fecha: miércoles, 10 de octubre, 2012 10:16



Estimadas y estimados colegas de América Latina y El Caribe, reciban ustedes un cordial saludo de parte del Comité Organizador del XXIX Congreso ALAS CHILE 2013: “Crisis y emergencias sociales en América Latina”.

A un año de su realización les enviamos esta convocatoria para informarse y participar activamente en él. Toda la información la encontrarán en la web:http://www.congresoalaschile.cl/

Estamos trabajando con la convicción de llevar adelante un proceso que contribuya al fortalecimiento de nuestras disciplinas y cuyo eje central sea el aporte transformador en las realidades de nuestro continente. Con ese ánimo les esperamos en Santiago de Chile, entre el 30 de septiembre y el 4 de octubre del 2013.

Saludos cordiales,

Atentamente,
Prof. Dr. Marcelo Arnold-Cathalifaud
Vicepresidente de ALAS
Decano Facultad de Ciencias Sociales
Universidad de Chile
Secretaria: Srta. Juanita Arroyo R.
Tel. (56-02) 978 7705

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

3rd Global Conference Childhood




Call for Presentations:
This inter-disciplinary and multi-disciplinary conference project seeks to investigate and explore all aspects of childhood. The period of life prior to adulthood is one of dramatic change and development of physical, intellectual, psychological, and many other types of characteristics. The nature of childhood and its significance as a separate phase of life, however, is viewed quite differently in different cultures and in different historical eras. This conference will look at all aspects of the experience of childhood as well as the social and cultural perceptions of children and childhood. We encourage submissions on any theme to do with the nature of childhood, including, but not limited to the ones listed below.

1. Definitions of Childhood

-How has the concept of childhood developed over time?
-How is childhood viewed differently across different cultures and eras? Is childhood socially constructed?
-What are the boundaries of childhood? (Are children made to grow up too fast? Are mature people infantilized by definitions of the boundaries of childhood?)
-Is 'childhood' a singular category or is it composed of quite distinct multiple categories? How does defining childhood also define adulthood and vice versa?

2. Childhood and Development

-What are the important aspects of physical, psychological, emotional, intellectual, moral, social, etc. development in childhood?
-How do institutions (like schools, medical centres, and even legal systems) effectively nurture the unique developmental needs of children?
-How has our understanding of childhood as a period of development changed over time? Are there ways we are still getting it significantly wrong?

3. Children and Relationships

-What are the dynamics of children's relationships with their family, peers, and their community?
-How are children's social relationships either experienced positively or negatively?
-What are the dynamics of children's relationships with social institutions (like schools and religious organizations)?
-What is the nature of children's relationships with animals and nature?

4. Perceptions and Depictions of Childhood

-How do adults perceive children and childhood?
-How do they perceive the capabilities, responsibilities, and privileges of childhood?
-How do they perceive their own experiences of childhood? (With nostalgia? embarrassment? amusement?)
-How do children perceive themselves?
-How are children and childhood depicted in academia and in the media such as art, literature, film, television, advertising, etc.?
-Children and literature: what are the characteristics of literature that is "for children?" How did "children's literature" develop? What role does it play in children's lives?

5. Children and Society: The Larger World

-Children and education: What issues are the concerning how children are educated?
-Children and leisure: How is involvement in recreational activities (including sports) either beneficial or harmful to children?
-Children and the law: Does the criminal justice system effectively deal with children both as victims of crime and as perpetrators of crime?
-Children and rights: What rights do children have in virtue of being children? To what extent must the choices of children be respected?
-Children and gender: How are children socialized into gender-specific roles? What are the issues and concerns connected to how children form gender and sexual identities?
-What is the nature of children's relationship to the world of work?
-Children and technology: how does the constantly evolving landscape of technology impact the lives and experiences of children?
-Childhood in transition: how does adolescence bridge the child/adult world and to what extent are adolescents caught in a double-bind of being children and being adults?

The Steering Group welcomes the submission of pre-formed panel proposals. 300 word abstracts should be submitted by Friday 8th February 2013. If an abstract is accepted for the conference, a full draft paper should be submitted by Friday 11th May 2012.

300 word abstracts should be submitted simultaneously to both Organising Chairs; abstracts may be in Word, WordPerfect, or RTF formats with the following information and in this order:

a) author(s), b) affiliation, c) email address, d) title of abstract, e) body of abstract, f) up to 10 key words

E-mails should be entitled: CHILD3 Abstract Submission.

Please use plain text (Times Roman 12) and abstain from using footnotes and any special formatting, characters or emphasis (such as bold, italics or underline). Please note that a Book of Abstracts is planned for the end of the year. All accepted abstracts will be included in this publication. We acknowledge receipt and answer to all paper proposals submitted. If you do not receive a reply from us in a week you should assume we did not receive your proposal; it might be lost in cyberspace! We suggest, then, to look for an alternative electronic route or resend.


Joint Organising Chairs:

Wendy Turgeon: turgeon@optonline.net
Rob Fisher: child3@inter-disciplinary.net

The conference is part of the Probing the Boundaries programme of research projects. It aims to bring together people from different areas and interests to share ideas and explore various discussions which are innovative and exciting.

For further details of the conference, please visit:
http://www.inter-disciplinary.net/probing-the-boundaries/persons/childhood/call-for-papers/

terça-feira, 16 de outubro de 2012

I Encontro de Educadores de Cinema e Vídeo do Estado do Rio de Janeiro

Caros colegas,

convidamos a todos para participar e divulgar o I Encontro de Educadores de Cinema e Vídeo, evento organizado pelo Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal Fluminense (UFF), será realizado dos dias 16 a 18 de outubro de 2012.
Local: Auditório Ismael Coutinho, sala 218, bloco C, Campus do Gragoatá, UFF, Niterói-RJ

Para inscrições e mais informações: http://encontroeducadorescinevi.blogspot.com.br/

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

The 2012 Sixth International Conference of the Society for the Study of Childhood in the Past


Children and their living spaces. Sharing spaces, sharing experiences
19th– 21st October 2012
University of Granada, Spain

The 2012 Autumn conference of the Society for the Study of Childhood in the Past will be held in the University of Granada, Spain from Friday 19th to Sunday 21st of October, when the theme will be Children and their living spaces. Sharing spaces, sharing experiences. As in previous years, the conference will include sessions addressing the conference theme and other aspects of recent research into children and childhood in the past.

In 2012, the themed sessions will aim to bring together scholars from a wide range of academic disciplines including History, Archaeology, Literature, Sociology, Anthropology and Architecture to consider different aspects of children and the use of space in the past,
children’s use of space within the home, rules and negotiating processes; places used solely by children; places for learning and/or playing;
how children construct their own spaces and how they share the spaces with other adults;
children and the funerary spaces;
children and their workplaces and conditions;
how children´ spaces can be visible in archaeological records, texts or architecture;
children´s places at museums.


http://en.webgea.es/activities/conferences-workshops/11-the-2012-sixth-international-conference-of-the-society-for-the-study-of-childhood-in-the-past

Oficina gratuita de Introdução ao Teatro de Animação



O Grupo Sobrevento coordenará oficina no âmbito do Projeto A Praça dos Bonecos. O curso terá 48 horas/aula, distribuídas em 12 encontros, que acontecerão entre os dias 12/10 e 18/11, no Instituto Reação, Arte e Cultura (Av. Prof. João Batista Conti, 1.245 - Lojas C e D - Conj. Res. José Bonifácio - Itaquera). Os interessados devem preencher a ficha de inscrição (em anexo) e enviá-la para o e-mail info@sobrevento.com.br ou ainda entregá-la no Instituto. O prazo para inscrições é terça (9/10). Os selecionados serão comunicados até o dia 11/10, por e-mail ou telefone.
O objetivo é levantar, junto ao aluno, princípios básicos do Teatro de Animação - segundo a visão do GRUPO SOBREVENTO -, que lhe permitam desenvolver as possibilidades plásticas e dramáticas da Animação de bonecos, formas e objetos.

Público-Alvo: Terão preferência jovens da comunidade, marionetistas, atores, dançarinos, artistas plásticos, cineastas, video-makers, professores e interessados em Teatro, nesta ordem.

Número de Vagas: 20 vagas.

Seleção: A seleção será feita pelo próprio Grupo Sobrevento, com base em cartas de interesse, preenchidas na ficha de inscrição.

Material necessário: O Grupo Sobrevento fornecerá o material necessário ao desenvolvimento da Oficina.

Custo da Oficina: A Oficina é gratuita.

Duração: 48 horas divididas em 12 aulas.

Dias em que haverá aula: 12, 13, 14, 20, 21, e 27/10; 2, 10, 15, 16, 17 e 18/11, das 17h às 21h.

Prazo e local de inscrição e realização: Até 9/10, no Instituto Reação, Arte e Cultura (Av. Prof. João Batista Conti, 1.245 - Lojas C e D - Conj. Res. José Bonifácio - Itaquera) ou pelo e-mail julio@reacao.org.br

Data de divulgação dos selecionados: 11/10 (por e-mail ou no Instituto).

Projeto realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura - Programa de Ação Cultural - 2011.

O SOBREVENTO, núcleo da Cooperativa Paulista de Teatro, é patrocinado pela PETROBRAS

Visite nossa página em http://www.sobrevento.com.br e nosso blog em http://espacosobrevento.blogspot.com

Esta mensagem foi enviada à mala direta digital do SOBREVENTO. Para excluir seu nome, basta respondê-la com a palavra "excluir" na caixa de assunto. Caso tenha recebido este e-mail encaminhado por um amigo e queira receber diretamente os e-mails do SOBREVENTO, mande uma mensagem para info@sobrevento.com.br com a palavra "incluir" na caixa de assunto.

___________________________

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Novos Textos


Confiram novos textos em nossas bibliotecas temáticas e a criação da Biblioteca Bebês, com a publicação do texto "Para onde foram os bebês?" de Alma Gottlieb.
Foto: acervo GRUPEGI

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

FQS 13(3) -- "Cultural Analysis and In-depth Hermeneutics -- Psycho-societal Analysis of Everyday Life Culture, Interaction, and Learning"

Dear All,

I would like to inform you that FQS 13(3) -- "Cultural Analysis and In-depth Hermeneutics -- Psycho-societal Analysis of Everyday Life Culture, Interaction, and Learning" (http://www.qualitative-research.net/index.php/fqs/issue/view/41), edited by Henning Salling Olesen -- is available online (see http://www.qualitative-research.net/index.php/fqs/issue/archive for former issues). In addition to articles relating to the issue topic, FQS 13(3) provides a number of selected single contributions, as well as articles belonging to the FQS Debates on "Quality of Qualitative Research" and "Qualitative Research and Ethics," and to FQS Reviews.

A) FQS 13(3)
B) Conferences and Workshops
C) Links
D) Open Access News
Enjoy reading!

Katja Mruck

Ps: FQS is an open-access journal, so all articles are available free of charge (see http://open-access.net/de_en/homepage/ for additional information about open access). This newsletter is sent to 16,251 registered readers; registered readers can comment on each article online.

--------------------------------------------------------------------------------

domingo, 30 de setembro de 2012

VIII Colóquio de Cartografia para Crianças e Escolares

Apresentação

Desde 1995, em sua primeira edição, na UNESP- Campus de Rio Claro, o Colóquio de Cartografia para Crianças e Escolares vem se consolidando como espaço privilegiado para trocas de experiências, articulação e fortalecimento de grupos e de linhas de pesquisa, discussão e questionamentos, possibilitando, assim, novos caminhos para este campo de saber.



O VIII Colóquio, como espaço de conversação se propõe a continuar cevando a procura expressiva, intuitiva e racional das potencias educativas da imaginação geográfica e da sua capacidade de agenciar inovações no campo da Cartografia Escolar.



O tema escolhido,“Para quem e para que a Cartografia Escolar: experiências e campos de saberes”, tem como objetivo engajar os potenciais educativos da imaginação geográfica em outra artesania: aquela que através de interlocuções inevitáveis, de atrevimentos investigativos e interpretativos, sobretudo, de experiências que incorporem a diversidade de tempos e espaços, atualize os processos singulares da atividade cognitiva criadora, o que por si só configura outros devires pedagógicos, outras territorialidades no campo da Cartografia Escolar. Além disso, tem como objetivo também:

1. Promover intercâmbio entre pesquisadores, professores do ensino superior e do Ensino Básico, alunos da pós-graduação e da graduação, contribuindo com a formação de profissionais da educação;

2. Incentivar a apresentação e o debate de trabalhos acadêmicos e de relatos de experiências;

3. Avaliar os avanços e propor estratégias nas diferentes linhas de pesquisa em Cartografia Escolar;

4. Produzir documentos e publicações de referência para a área.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

15 ANOS CRECHE UFF


CONVITE 
15 ANOS CRECHE UFF

A Creche UFF e o NUMPEC (Núcleo Multidisciplinar de Pesquisa, Extensão e Estudo da Criança de 0 a 6 anos) apresentam o evento comemorativo do aniversário de 15 anos da Creche UFF: Creche UFF 1997-2012: conquistas e desafios. Durante o período de 11 a 28 de outubro, serão realizadas várias atividades, com o objetivo de celebrar esse momento e, principalmente, de socializar uma proposta inovadora de Educação Infantil e os conhecimentos teórico-metodológicos produzidos pela Creche UFF no âmbito da formação profissional, da pesquisa e da extensão na área da Educação Infantil e dos Estudos da Infância.


Atividades:

1- EXPOSIÇÃO – “Com Olhos de Criança: Arte e Imaginação”
Produções artísticas de crianças da Creche UFF
Abertura: 11 de outubro, 17h
Visitação: 12 a 28 de outubro
Local: MUSEU DO INGÁ

Rua Presidente Pedreira, 78, Ingá, Niterói, Rio de Janeiro

museudoinga@hotmail.com

Horário: terça a sexta, 11h às 17h; Sábados, Domingos e Feriados, 13h às 17h

Entrada Gratuita



Encontro com Educador
Tema: Arte, crianças e professores: diálogos para transver o mundo
Palestrantes: Profª Angela Borba e Profª Luciana Osteto
Data: 26/10/2012

Horário: 15h
Agendamento: museudoingaeducativo@gmail.com

Informações: Tel. 2717-2919/2717-2893
Local: MUSEU DO INGÁ - Rua Presidente Pedreira, 78, Ingá, Niterói, Rio de Janeiro




OFICINAS: durante o período da exposição, serão oferecidas oficinas de arte para Instituições de Educação Infantil,

mediante agendamento prévio.

Horários: 10h às 11h30; 13 às 15h; 15 às 17h

Agendamento: museudoingaeducativo@gmail.com

Informações: Tel. 2717-2919/2717-2893


2- COLÓQUIO – “Histórias da Creche UFF e Desafios da Educação Infantil”
18 e 19 de Outubro de 2012 – 9h às 18h
Local: Auditório Florestan Fernandes - Faculdade de Educação
Campus do Gragoatá, Bloco D, Universidade Federal FluminenseBlog: http://crecheuffcoloquio2012.wordpress.com/


3- MOSTRA - “Os Fazeres da Creche UFF: Educação Infantil, Ensino, Pesquisa e Extensão”
16 a 19 de Outubro de 2012 – 9h às 18h
Local: Biblioteca Central do Gragoatá
Campus do Gragoatá, Universidade Federal Fluminense

INSCRIÇÕES GRATUITAS PARA O COLÓQUIO (VAGAS LIMITAS)
SERÃO DISTRIBUÍDOS CERTIFICADOS

INFORMAÇÕES
Creche UFF: Tel. (21) 2629-2558 / 2629-2563

E-mail: crecheuffcoloquio2012@gmail.com

Material disponível

Caros colegas,


Gostaria de informar que encontram-se disponibilizados no site do Iscar Brasil
( http://iscarbrasil.wordpress.com/) os materiais utilizados pelos seguintes professores nos respectivos eventos:


1) Material disponibilizado pelo Prof. Peter Feigenbaum referente aos eventos (a) II Fórum Iscar Brasil, (b) I Encontro Nacional de Ensino-Aprendizagem de Línguas Estrangeiras e a Teoria Sócio-Histórico Cultural e da Atividade e (b) o workshop sobre Fala Privada ministrado na USP.


2) Material disponibilizado pelo Prof. Steven McCafferty referente aos eventos (a) I Encontro Nacional de Ensino-Aprendizagem de Línguas Estrangeiras e a Teoria Sócio-Histórico Cultural e da Atividade e (b) o workshop sobre Gestos ministrado na USP.


Grata,


Carla D'Elia


Professora de inglês e Mestranda em Linguística Aplicada/USP

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Babys Welt (Mundo dos bebês)

Acesse seis vídeos de uma série alemã sobre o mundo dos bebês.

Babys Welt - 1v6 - Gehen

Babys Welt - 2v6 - Denken
Babys Welt - 3v6 - Sprechen
Babys Welt - 4v6 - Fühlen
Babys Welt - 5v6 - Angehören
Babys Welt - 6v6 - Verknüpfen

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Como se aprende a fala humana? (Wie lernt ein Mensch sprechen?)

Postaremos a partir de hoje um conjunto de vídeos sobre bebês para apreciação do publico em geral. São imagens, documentários que abordam o ser e estar dos bebês no mundo. Aproveitamos para informar a criação da página sobre bebês nesse blog (coluna à direita de quem olha a página). O material apresenta diversas opiniões e estudos para reflexões de pesquisas. Com o lançamento da página, estamos disponibilizando o Filme Bebês na integra.

sábado, 15 de setembro de 2012

CCBB - Agendamento para o Impressionismo


O Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro realizará a exposição “Impressionismo: Paris e a Modernidade” no período de 23 de outubro a 13 de janeiro de 2012.

A exposição traz pela primeira vez ao Brasil uma seleção de 85 obras-primas do acervo do Museu d’Orsay de Paris. A mostra reflete a história da pintura ocidental no período que compreende a segunda metade do século XIX e início do século XX, dividida em módulos temáticos que apresentam obras de Degas, Monet, Toulouse-Lautrec, Gauguin, Cézanne,Manet, Van Gogh e Renoir, dentre outros.

Cientes do grande interesse despertado pelo tema entre professores e estudantes propomos organizar, com a colaboração com dessa Secretaria, capacitação para professores e agendamento de turmas a serem atendidas pelo Programa Educativo deste Centro Cultural, com o objetivo de otimizar a recepção dos estudantes, conforme critérios abaixo explicitados.

1) A capacitação dos Professores:

O Programa Educativo oferecerá aos professores um encontro de capacitação gratuito, com emissão de certificado, denominado “Práticas e Reflexões com Educadores: Impressionismo”, onde serão enfocados os aspectos mais relevantes da movimento, apresentadas e debatidas abordagens e atividades para subsidiar o trabalho em sala de aula além de proporcionar esclarecimentos sobre o trabalho desenvolvido pelo CCBB Educativo.

O encontro será oferecido para os professores, da seguinte forma:

Dia 22/09 – apenas para Escolas Municipais
de 9h às 12h no Teatro I
de 13h às 16h no Auditório GEPES

Dia 29/09 – apenas para Escolas Estaduais
de 9h às 12h no Teatro I
de 13h às 16h no Auditório GEPES

Dia 06/10 – apenas para Escolas Particulares
de 9h às 12h no Teatro I
de 13h às 16h no Auditório GEPES

Dia 20/10 – para Escolas Particulares, Públicas, Ongs, Instituições entre outros
de 9h às 12h no Teatro I
Para inscrever-se o professor deverá ligar para o Programa Educativo, de terça a sexta, entre 09 e 17 horas, pelos telefones 21 – 3808-2070 ou 3808-2254 ou através do emailccbbeducativo.reflexoes@gmail.com, indicando o dia e o horário de preferência para sua participação, limitada ao número de vagas. Serão 172 vagas no horário da manhã e 100 vagas para o horário da tarde.


2) Agendamento de turmas a serem atendidas pelo Programa Educativo do CCBB – para escolas que virão com transporte próprio:

Os agendamentos para visitas mediadas às escolas acontecerão nos dias 22/09, 29/09 e 06/10, durante os encontros de capacitação dos professores. Será obrigatoriamente presencial e por meio de sorteio entre os professores presentes, tendo em vista que não dispomos de vagas para todos.


3) Sorteio de ônibus gratuito para transporte escolar:

As vagas de agendamento de visita com os ônibus fornecidos pelo CCBB, serão sorteadas proporcionalmente ao número de professores inscritos em cada horário do encontro de capacitação.



A visitação da exposição é franqueada a todos. As escolas que não forem contempladas com agendamento, em razão da limitação da capacidade de atendimento do Programa Educativo, poderão ao vir ao CCBB para visitar a exposição normalmente mas não terão entrada prioritária. Como os demais visitantes do CCBB terão acesso às salas da mostra por ordem de chegada.

É imprescindível a presença de acompanhantes responsáveis, na proporção de um adulto para cada grupo de 10 alunos, para escolas agendadas ou não, uma vez que o Centro Cultural Banco do Brasil não se responsabiliza pelos mesmos.

O arquivo em pdf do caderno de mediação elaborado pelo Programa Educativo para a mostra “Impressionismo: Paris e a Modernidade”, já está disponível no site do Banco do Brasil:www.bb.com.br/cultura (mais sobre cultura/aba cultura/item catálogos).


Atenciosamente,


CCBB Educativo

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Lançamento livro Quando não é quase a mesma coisa: traduções de Lev Semionovitch Vigotski no Brasil de Zoia Prestes


Filha de pais comunistas, Zoia Prestes viveu exilada de 1970 a 1985 em Moscou, capital da então União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), onde se formou em pedagogia e psicologia pré-escolar pela Universidade Estatal de Pedagogia de Moscou. Na mesma instituição, obteve o título de mestre em educação. Em 2010, obteve o título de doutora em educação pela Universidade de Brasília (UnB). Tradutora de obras da literatura russa para o português, atualmente se dedica à tradução das obras de L. S.Vigotski.

É professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF) e desenvolve pesquisas nas áreas da pedagogia e da psicologia com base na teoria histórico-cultural soviética e russa.

Sinopse
“Eis aí o resultado dessa maravilhosa aventura. É um trabalho feito com zelo, competência e rigor. Zoia dedicou-se a ele com paixão, a mesma paixão que nutre pela sua amada Rússia. Seu trabalho é necessário. Décadas depois da chegada de Vigotski e da psicologia soviética à nossa terra, impunha-se uma revisão de tudo que aconteceu desde então. Como se diz por aí, era preciso uma ‘freada de arrumação’. E essa arrumação não foi pouca. Ela tem sérias implicações para a compreensão de conceitos-chave 
da obra de Vigotski. 
Estudantes da área da psicologia e da educação, assim como estudiosos do pensamento desse homem ilustre, têm diante de si um precioso material para consulta e reflexão. Para isso, entretanto, é preciso vencer resistências. De um modo geral, forjou-se entre nós uma tradição sobre as denominações de alguns conceitos-chave da teoria vigotskiana. Zoia faz um exame crítico de alguns desses conceitos e mostra, por exemplo, que Vigotski trata da relação entre instrução (ou ensino) e desenvolvimento e não, conforme algumas traduções, da relação aprendizagem e desenvolvimento. Isso tem importantes implicações para a compreensão do conceito de zona de desenvolvimento iminente. Essa tradição é tão forte que, por vezes, Zoia teve de ceder à teimosia de editores que, sem conhecimento de causa, insistiram em traduzir retch por “linguagem” e não “fala”, 
como seria o correto”.
Elizabeth Tunes

Para adquirir:

Lançamentos

O II FÓRUM ISCAR BRASIL ocorreu na Universidade Federal de Juiz de Fora, entre os dias 10 e 11 de agosto, o evento reuniu pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação, professores e diversos interessados. Os textos dos grupos de pesquisas que apresentaram trabalhos foram reunidos no número especial da revista Educação em Foco (Qualis B1/CAPES) com o títulos: Diálogos entre a Teoria da Atividade e sócio-histórico-cultural.
Foto da Capa: Luiz Miguel Pereira

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Kiriku e a Feiticeira - Trailler



Eis outro filme apresentado na palestra Infância e diversidade de paisagens.

domingo, 2 de setembro de 2012

Álbuns de retratos, infâncias entrecruzadas e cultura lúdica: Memória e fotografia na Brinquedoteca Hapi

Resumo 
Porto, Cristina Laclette; Jobim e Souza, Solange (Orientadora). Álbuns de 
retratos, infâncias entrecruzadas e cultura lúdica: Memória e 
fotografia na Brinquedoteca Hapi. Rio de Janeiro, 2010. 309p. Tese de 
Doutorado – Departamento de Psicologia, Pontifícia Universidade Católica 
do Rio de Janeiro. 

Esta tese apresenta parte da história da Brinquedoteca Hapi, um espaço  dedicado às crianças, coordenado pela autora durante 16 anos e que tinha como eixo de ação, brinquedos e brincadeiras. A reconstrução dessa trajetória partiu de diferentes suportes de memória sendo que a fotografia revelou-se um material fundamental. A pesquisa exigiu o aprofundamento teórico em torno das concepções 
de história, memória, narrativa, brinquedo e cultura lúdica. Trata-se de um texto 
polifônico onde é possível destacar como interlocutores privilegiados os seguintes 
autores: Walter Benjamin, Maurice Halbwachs, Mikail Bakhtin, Hannah Arendt, 
Roland Barthes, Gilles Brougère, Beatriz Sarlo, Jeanne Marie Gagnebin, Ecléa Bosi, 
Gilberto Velho, Boris Kossoy, Miriam Moreira Leite, entre outros. A brinquedoteca 
tinha como propósito, ser uma porta aberta para os museus, mas seu projeto revelouse mais amplo ao criar uma pedagogia da ludicidade associada a uma pedagogia da 
imagem, voltadas para a preservação de um patrimônio não-tangível que é o brincar. 
A tese mostra a importância da troca entre as gerações para o reconhecimento de que 
as histórias, ao serem contadas, se comprometem com o futuro, e defende a ideia de 
que o trabalho desenvolvido com as crianças e suas famílias, em brinquedotecas, 
pode-se constituir em um caminho fértil na luta contra o empobrecimento da 
experiência (Verfall der Erfahrung) engendrado pela sociedade contemporânea e 
anunciado por Walter Benjamin.

Acesse o texto completo em:

Postado com autorização da autora

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Crianças, Infâncias e Diversidades de Paisagens

Eis o vídeo exibido na palestra “Once upon time”, “C’era uma volta”, “Es war einmal”…”Era uma vez”…narrativas infantis, paisagens e diversidades" , no Seminário de Educação inclusiva, município de Juiz de Fora, recebemos diversos e-mails solicitando a postagens. 

azur et asmar mélodie

domingo, 26 de agosto de 2012

Seminário de Pedagogia Waldorf no Rio de Janeiro



SEMINÁRIO DE PEDAGOGIA WALDORF & CURSO BÁSICO DE MEDICINA ANTROPOSOFICA. RIO DE JANEIRO 2012 E 2013

ABERTO
A parte básica do seminário (Curso Básico) é aberto para profissionais e estudantes da área de Educação, da Saúde & a todos os interessados em conhecer a Antroposofia e a Pedagogia Waldorf e que sejam maiores de 21 anos.

INÍCIO: 19 de outubro de 2012.
Horário: 18h 30min

O seminário de pedagogia terá início em out. de 2012 e término em julho de 2016. É composto de módulos mensais de fins de semana (a partir de 2014 haverá também 6 encontros intensivos: 7 dias de imersão nos meses de janeiro e julho).

Um final de semana por mês, 14 meses
Informações: seminarioriodejaneiro@gmail.com

Coordenação: Darlan Schottz Ferreira, Denise Domingues, Rosemary Rodrigues e Alexandra Mettrau.

“Este curso faz parte do Seminário de Fundamentação em Pedagogia Waldorf e é reconhecido como Curso Básico de Fundamentação em Medicina Antroposófica pela ABMA.”

*Agradecemos o apoio na divulgação.

“Toda educação é auto-educação e nós, como professores e educadores, somos, em realidade, apenas o entorno da criança educando-se a si própria. Devemos criar o mais propício ambiente para que a criança eduque-se junto a nós, da maneira como ela precisa educar-se por meio de seu destino interior.”

R.Steiner Maiores informações: http://seminariowaldorfrio.jimdo.com/

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

I ENCONTRO DO CIC – CRIANÇAS, INFÂNCIAS E CULTURAS

Com satisfação queremos convidá-lo (a) para participar do I Encontro do CIC: Crianças, Infâncias e Culturas: Pesquisas e Práticas Pedagógicas em Diálogo. . O evento ocorrerá de 7 a 9 de novembro do presente ano, promovido pelo Grupo de Pesquisa CIC – Crianças, Infâncias e Culturas (CNPq) e pela Faculdade de Educação – FaE da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande – FURG.

O objetivo do encontro é compartilhar e problematizar investigações que dão visibilidade aos conhecimentos produzidos nos atuais estudos da área, socializando trabalhos de investigação e diferentes perspectivas de pesquisa da infância e com crianças no Brasil. Para isso, o Encontro contará com mesas de conferências e sessões de apresentação de trabalhos, além de atividades culturais.

A organização das discussões e das apresentações de trabalho acontece em torno de cinco linhas. São elas:



1. Estudos de grupos geracionais e alteridade.

2. Formação, Prática Pedagógica e Profissão Docente na Educação Infantil e Ensino Fundamental.

3. Infâncias: participação e protagonismo das crianças na contemporaneidade.

4. Memória, Infâncias e Cidades.

5. Metodologias investigativas com as crianças e suas culturas.

 

As mesas também terão seus conteúdos articulados a essas linhas de trabalho:

07/11: 1ª Mesa - A construção social da infância nas políticas públicas, nos discursos científicos e nas práticas sociais – Prof. Dr. Gabriel Junqueira Prof. Dr. Gabriel Junqueira (UFRGS), Profa. Dra. Georgina Helena Lima Nunes (UFPel). Coordenação: Prof. Dr. Vilmar Alves Pereira (FURG).

08/11: 2ª Mesa - Educação, docência e práticas pedagógicas com crianças: desafios contemporâneos – Profa. Dra. Maria Carmen Silveira Barbosa (UFRGS), Prof. Msc. Altino José Martins Filho (SME/Florianópolis - Doutorando/UFRGS), Profa. Dra. Marita Martins Redin (Unisinos). Coordenação: Profa. Dra. Vânia Alves Martins Chaigar (FURG).

09/11: 3ª Mesa - Práticas expressivo/criadoras com crianças. Dimensões ético-estéticas. Profa Dra. Sandra Ritcher (UNISC), Profa Dra. Mirela Meira (UFPel), Profa Msc. Denise Aquino Alves Martins (UFT – Doutoranda/UFPel). Coordenação: Profa Dra. Marta Nörnberg (UFPel).

 

Período de inscrição:

- Com apresentação de trabalho: de 30/08/2012 a 30/09/2012.

- Sem apresentação de trabalho: 30/08/2012 e 31/10/2012.

 

 

O valor das inscrições foi definido de acordo com as seguintes categorias profissionais:

- Professores/pesquisadores/profissionais/outros: R$ 70,00;

- Alunos de Graduação e professores da Educação Infantil e Ensino Fundamental: R$ 30,00.

- Alunos de pós-graduação: R$ 50,00.

 

O pagamento da inscrição deverá ser feito mediante depósito em conta corrente:

Banco do Brasil, Agência 4468-7, Conta corrente: 11947-4, Nome: Delfim CIC infantil..

A inscrição como participante e/ou apresentador de trabalho deverá ser realizada pelo site do evento: www.ecic.com.br

Informações sobre normas de apresentação dos trabalhos ou outras questões podem ser solicitadas por correspondência eletrônica pelo endereço: informacoesecic@gmail.com

Contamos com sua participação e colaboração na divulgação de nosso evento. Esperamos encontrá-lo no mês de novembro p.v.

 

Atenciosamente,

 

 

 

Prof. Dr. Rogério Costa Würdig

Profª Drª Ana Cristina Coll Delgado

Coordenação geralompartilhar e problematizar investigações que dão visibilidade aos conhecimentos produzidos nos atuais estudos da área, socializando trabalhos de investigação e diferentes perspectivas de pesquisa da infância e com crianças no Brasil. Para isso, o Encontro contará com mesas de conferências e sessões de apresentação de trabalhos, além de atividades culturais.

A organização das discussões e das apresentações de trabalho acontece em torno de cinco linhas. São elas:



1. Estudos de grupos geracionais e alteridade.

2. Formação, Prática Pedagógica e Profissão Docente na Educação Infantil e Ensino Fundamental.

3. Infâncias: participação e protagonismo das crianças na contemporaneidade.

4. Memória, Infâncias e Cidades.

5. Metodologias investigativas com as crianças e suas culturas.

 

As mesas também terão seus conteúdos articulados a essas linhas de trabalho:

07/11: 1ª Mesa - A construção social da infância nas políticas públicas, nos discursos científicos e nas práticas sociais – Prof. Dr. Gabriel Junqueira Prof. Dr. Gabriel Junqueira (UFRGS), Profa. Dra. Georgina Helena Lima Nunes (UFPel). Coordenação: Prof. Dr. Vilmar Alves Pereira (FURG).

08/11: 2ª Mesa - Educação, docência e práticas pedagógicas com crianças: desafios contemporâneos – Profa. Dra. Maria Carmen Silveira Barbosa (UFRGS), Prof. Msc. Altino José Martins Filho (SME/Florianópolis - Doutorando/UFRGS), Profa. Dra. Marita Martins Redin (Unisinos). Coordenação: Profa. Dra. Vânia Alves Martins Chaigar (FURG).

09/11: 3ª Mesa - Práticas expressivo/criadoras com crianças. Dimensões ético-estéticas. Profa Dra. Sandra Ritcher (UNISC), Profa Dra. Mirela Meira (UFPel), Profa Msc. Denise Aquino Alves Martins (UFT – Doutoranda/UFPel). Coordenação: Profa Dra. Marta Nörnberg (UFPel).

 

Período de inscrição:

- Com apresentação de trabalho: de 30/08/2012 a 30/09/2012.

- Sem apresentação de trabalho: 30/08/2012 e 31/10/2012.

 

 

O valor das inscrições foi definido de acordo com as seguintes categorias profissionais:

- Professores/pesquisadores/profissionais/outros: R$ 70,00;

- Alunos de Graduação e professores da Educação Infantil e Ensino Fundamental: R$ 30,00.

- Alunos de pós-graduação: R$ 50,00.

 

O pagamento da inscrição deverá ser feito mediante depósito em conta corrente:

Banco do Brasil, Agência 4468-7, Conta corrente: 11947-4, Nome: Delfim CIC infantil..

A inscrição como participante e/ou apresentador de trabalho deverá ser realizada pelo site do evento: www.ecic.com.br

Informações sobre normas de apresentação dos trabalhos ou outras questões podem ser solicitadas por correspondência eletrônica pelo endereço: informacoesecic@gmail.com

Contamos com sua participação e colaboração na divulgação de nosso evento. Esperamos encontrá-lo no mês de novembro p.v.

 

Atenciosamente,

 

 

 

Prof. Dr. Rogério Costa Würdig

Profª Drª Ana Cristina Coll Delgado

Coordenação geralconstrução social da infância nas políticas públicas, nos discursos científicos e nas práticas sociais – Prof. Dr. Gabriel Junqueira (UFRGS), Profa. Dra. Georgina Helena Lima Nunes (UFPel). Coordenação: Prof. Dr. Vilmar Alves Pereira (FURG).

08/11: 2ª Mesa - Educação, docência e práticas pedagógicas com crianças: desafios contemporâneos – Profa. Dra. Maria Carmen Silveira Barbosa (UFRGS), Prof. Msc. Altino José Martins Filho (SME/Florianópolis - Doutorando/UFRGS), Profa. Dra. Marita Martins Redin (Unisinos). Coordenação: Profa. Dra. Vânia Alves Martins Chaigar (FURG).

09/11: 3ª Mesa - Práticas expressivo/criadoras com crianças. Dimensões ético-estéticas. Profa Dra. Sandra Ritcher (UNISC), Profa Dra. Mirela Meira (UFPel), Profa Msc. Denise Aquino Alves Martins (UFT – Doutoranda/UFPel). Coordenação: Profa Dra. Marta Nörnberg (UFPel).

 

Período de inscrição:

- Com apresentação de trabalho: de 30/08/2012 a 30/09/2012.

- Sem apresentação de trabalho: 30/08/2012 e 31/10/2012.

 

 

O valor das inscrições foi definido de acordo com as seguintes categorias profissionais:

- Professores/pesquisadores/profissionais/outros: R$ 70,00;

- Alunos de Graduação e professores da Educação Infantil e Ensino Fundamental: R$ 30,00.

- Alunos de pós-graduação: R$ 50,00.

 

O pagamento da inscrição deverá ser feito mediante depósito em conta corrente:

Banco do Brasil, Agência 4468-7, Conta corrente: 11947-4, Nome: Delfim CIC infantil..

A inscrição como participante e/ou apresentador de trabalho deverá ser realizada pelo site do evento: www.ecic.com.br

Informações sobre normas de apresentação dos trabalhos ou outras questões podem ser solicitadas por correspondência eletrônica pelo endereço: informacoesecic@gmail.com

Contamos com sua participação e colaboração na divulgação de nosso evento. Esperamos encontrá-lo no mês de novembro p.v.

 

Atenciosamente,

 

 

 

Prof. Dr. Rogério Costa Würdig

Profª Drª Ana Cristina Coll Delgado

Coordenação geral

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Palestras

Postamos as palestras "Paisagem e Diversidade" e do "II Seminário de Práticas Pedagógicas na Educação Infantil -  O cotidiano na educação infantil e práticas de ensino-aprendizagem " ocorridas em Juiz de Fora e Vitória. Localize os slides na parte inferior do blog.

VII Congresso de Alfabetização, V Congresso de Educação Infantil e EJA: Práticas de leitura e de escrita para a constituição do sujeito

Prezados pesquisadores,

é com muita satisfação que divulgo o site do VII Congresso de Alfabetização, V Congresso de Educação Infantil e EJA: Práticas de leitura e de escrita para a constituição do sujeito que acontecerão entre 11 a 14 de novembro de 2012 na Universidade Federal de Uberlândia.
Tivemos um pequeno problema com o site e somente agora ficou pronto. O prazo final para inscrição (com apresentação de trabalho) está previsto para 03/09/2012, mas devido ao atraso, as inscrições serão prorrogadas.
Peço a gentileza de verificarem a programação e, se for do interesse de vossos grupos de estudo, divulgarem o site para seus contatos.



http://www.7conalfa.faced.ufu.br/


Cordialmente,
Adriana Pastorello Buim Arena
Faculdade de Educação
Universidade Federal de Uberlândia

domingo, 19 de agosto de 2012

Chamada de Artigos

Caros Colegas,

A Revista Eletrônica Olh@res, do Departamento de Educação da UNIFESP, está aceitando artigos para o seu primeiro número, a ser publicado ainda em 2012.


O primeiro volume da revista Olh@res trará um dossiê temático sobre os estágios curriculares e obrigatórios nas diversas licenciaturas, além de artigos, relatos de experiência e resenhas sobre outras temáticas relacionadas ao perfil editorial da revista. O prazo para submissão dos artigos é de 02/05/2012 a 30/09/2012.


Por favor, divulguem a revista Olh@res. Maiores informações sobre a revista podem ser encontradas no site: http://www.olhares.unifesp.br/


Cordialmente,
Equipe Editorial da Revista Olh@res