domingo, 22 de maio de 2011

Entrevista com GUITA LVOVNA VIGODSKAIA por Zoia Prestes



O número 141/2010 do Cadernos de Pesquisa (FCC) apresenta uma entrevista que Zoia Prestes fez com a filha de Vigotski em 2007, por ocasião de sua visita  à Rússia.
Guita Vigodskaia faleceu em junho do ano passado, vale conferir.

Abaixo a introdução da entrevista:
"Em 13 de julho último, após receber a notícia do falecimento de Guita, 
vieram-me à mente aqueles momentos que vivenciamos na sua casa acolhedora, em que nos recebeu para uma entrevista. Nosso grupo, composto por 
Elizabeth Tunes, Elizângela Peraci, Patrícia Pederiva, Tereza Mudado e eu, estava 
muito ansioso. Guita era psicóloga e dedicava-se aos estudos da defectologia. 
Apesar de desenvolver estudos valiosos sobre a brincadeira infantil e o desenvolvimento atípico, conforme comentário do professor Kudriavtsev, nunca 
defendeu uma tese de doutorado, dedicando-se de corpo e alma à herança 
acadêmica do pai. Graças a ela e a alguns colaboradores de Vigotski, como 
Luria e Leontiev, o mundo teve acesso às obras do teórico. Mesmo antes de 
escrever a biografia do pai em parceria com Tâmara Mikhailovna Lifanova, Guita 
abriu os arquivos de fotos e documentos para vários estudiosos estrangeiros 
da obra do psicólogo.
A biografia que escreveu saiu apenas em 1996 e é um registro detalhado 
de toda a trajetória de Vigotski vista pelo olhar dos amigos, colaboradores e 
inimigos e, também, pelos olhos da filha, que narra histórias emocionantes 
vividas com o pai.
Em  9   d e  ma i o   d e   2 0 1 0 ,  Gu i t a   c omp l e t o u   8 5   a n o s   d e   v i d a .  Ma s   o  calor intenso e incomum do verão moscovita agravou sua saúde já bastante 
debilitada. A triste notícia de sua morte chegou via e-mail.
Zoia Preste"

A entrevista completa está disponível no link:

Nenhum comentário:

Postar um comentário