domingo, 29 de maio de 2011

Dia 29 de maio: Dia do Geógrafo.

A famosa pintura  intitulada O Geógrafo, de Johannes Vermeer, pintada entre 1668 e 1669.

No Brasil comemora-se no dia 29 de maio o dia dos geógrafos e geógrafas, parabéns a todos os colegas.

"É muito difundida a idéia segundo a qual o processo e a forma atuais da globalização seriam irreversíveis. (...) No entanto, essa visão repetitiva do mundo confunde o que já foi realizado com as perspectivas de realização. (...) O mundo de hoje também autoriza uma outra percepção da história por meio da contemplação da universalidade empírica constituída com a emergência das nova técnicas planetarizadas e as possibilidades abertas a seu uso. A dialética entre essa universalidade empírica e as particularidades encorajará a superação das práxis invertidas, até agora comandadas pela ideologia dominante, e a possibilidade de ultrapassar o reino da necessidade, abrindo lugar para a utopia e para a esperança. (...) Diante do que é o mundo atual, como disponibilidade e como possibilidade, acreditamos que as condições materiais já estão dadas para que se imponha a desejada mutação, mas seu destino vai depender de como disponibilidades e possibilidades serão aproveitadas pela política. Na sua forma material, unicamente corpórea, as técnicas talvez sejam irreversíveis, porque aderem ao território e ao cotidiano. De um ponto de vista existencial, elas podem obter um outro uso e uma outra significação. A globalização atual não é irreversível." Milton Santos em Por uma outra globalização.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Bakhtiniana. Revista de Estudos do Discurso



Prezados colegas
Com grande prazer, comunicamos que Bakhtiniana 5 já está no ar: http://revistas.pucsp.br/index.php/bakhtiniana/

Agradecemos a divulgação entre professores e alunos da Universidade, Faculdade, Departamento, Programa, Grupo de Pesquisa, Grupo de Trabalho, Núcleo.

Cordialmente,

Beth Brait
Editora Responsável por
Bakhtiniana. Revista de Estudos do Discurso
ISSN 2176-4573"

quarta-feira, 25 de maio de 2011



Caros(as) Educadores(as), Na próxima quinta-feira, dia 26/05, teremos o Café com Cinema, iniciativa que propicia a sessão de um filme e a reflexão de suas relações com educação.
Nessa data, estaremos dando destaque a educação, infância e deficiência visual com o filme vermelho como o céu. Teremos como debatedoras as Professoara Ana Maria e Luciane Nobre que atuam no NEACE Centro e se dedicam a estas áreas do conhecimento.
Não é preciso inscrição prévia. Aguardamos sua presença.
Local: Centro de Formação do Professor -Av. Getúlio Vargas , 200.Juiz de Fora/MG
Horário:18h.30min. Departamento de Políticas de Formação.

Contamos com a presença de todos(as)

terça-feira, 24 de maio de 2011

Lançamento do livro "Educação da Infância: História e Política"



O livro foi organizado pela Profa. Vera Vasconcellos e conta com textos de diversos pesquisadores do Brasil. Está sendo lançado em segunda edição pela editora da Universidade Federal Fluminense.
Contatos: http://www.editora.uff.br/

Descrição:

Este livro tem como proposta contribuir para a formação do professor de educação da infância. Pensar tal formação implica imaginar espaços de refle-xão e de diálogo nos quais os leitores interessados possam, de forma conjunta, desfrutar das condições e dos conhecimentos produzidos no percurso dos homens e das mulheres que construíram esse processo. Essa experiência colabora tanto na ressignificação de teorias como na recondução da análise reflexiva de suas práticas cotidianas. Aqui se revisita a história da infância e da educação oficial proposta para a faixa etária até os seis anos, ao longo da constituição da nação brasileira. Foram mapeadas informações relevantes e a profusão de imagens cristalizadas sobre o tema, presentes em teses, dissertações, artigos, capítulos de livros e recortes de jornal, as quais discutem o lugar da criança, da família e da educação. Em todos os capítulos aparece, como marco comum das preocupações, o lugar das crianças não brancas (índias, pardas, mestiças, negras), oriundas dos segmentos sociais excluídos da participação de bens coletivos, como escola e saúde pública crianças pertencentes, em sua maioria, a famílias mais pobres, quase sempre negras, e, portanto, sem voz , e despojadas dos bens culturais produzidos e em produção nos diferentes momentos de organização política, econômica e social. Educação da infância: história e po-lítica dinamiza o presente com a vitalidade do passado. Arrisca-se numa visão pano-râmica do que foi, principalmente, o século XX, com suas metas de desenvolvimento social e o desamparo à infância, questão pública brasileira, apesar de, muitas vezes, não ter sido (e não estar sendo) tratada como tal. Rediscutir a história social da criança e suas políticas públicas para profissionais de educação, em interlocução com as investigações acadêmicas e científicas, é concebê-los como estudiosos e leitores da infância, construtores de história e interlocutores desse passado-presente, sempre vivo em suas diferentes trajetórias de vida.





domingo, 22 de maio de 2011

Entrevista com GUITA LVOVNA VIGODSKAIA por Zoia Prestes



O número 141/2010 do Cadernos de Pesquisa (FCC) apresenta uma entrevista que Zoia Prestes fez com a filha de Vigotski em 2007, por ocasião de sua visita  à Rússia.
Guita Vigodskaia faleceu em junho do ano passado, vale conferir.

Abaixo a introdução da entrevista:
"Em 13 de julho último, após receber a notícia do falecimento de Guita, 
vieram-me à mente aqueles momentos que vivenciamos na sua casa acolhedora, em que nos recebeu para uma entrevista. Nosso grupo, composto por 
Elizabeth Tunes, Elizângela Peraci, Patrícia Pederiva, Tereza Mudado e eu, estava 
muito ansioso. Guita era psicóloga e dedicava-se aos estudos da defectologia. 
Apesar de desenvolver estudos valiosos sobre a brincadeira infantil e o desenvolvimento atípico, conforme comentário do professor Kudriavtsev, nunca 
defendeu uma tese de doutorado, dedicando-se de corpo e alma à herança 
acadêmica do pai. Graças a ela e a alguns colaboradores de Vigotski, como 
Luria e Leontiev, o mundo teve acesso às obras do teórico. Mesmo antes de 
escrever a biografia do pai em parceria com Tâmara Mikhailovna Lifanova, Guita 
abriu os arquivos de fotos e documentos para vários estudiosos estrangeiros 
da obra do psicólogo.
A biografia que escreveu saiu apenas em 1996 e é um registro detalhado 
de toda a trajetória de Vigotski vista pelo olhar dos amigos, colaboradores e 
inimigos e, também, pelos olhos da filha, que narra histórias emocionantes 
vividas com o pai.
Em  9   d e  ma i o   d e   2 0 1 0 ,  Gu i t a   c omp l e t o u   8 5   a n o s   d e   v i d a .  Ma s   o  calor intenso e incomum do verão moscovita agravou sua saúde já bastante 
debilitada. A triste notícia de sua morte chegou via e-mail.
Zoia Preste"

A entrevista completa está disponível no link:

sábado, 21 de maio de 2011

I seminário Currículos, Culturas e Cotidianos.


08 a 10 de Agosto de 2011
Universidade Federal do Espírito Santo - Vitória/ES
O presente seminário tem como objetivo socializar as produções científicas na área de currículo, culturas, cotidianos e redes de conhecimentos. Serão privilegiados trabalhos desenvolvidos por professores das redes municipal e estadual de educação bem como trabalhos de alunos e professores dos cursos de graduação e pós-graduação. O seminário também busca estabelecer uma articulação da Universidade com os sistemas estadual e municipais de educação, oferecendo, por meio de atividade extensão e pesquisa, subsídios para que melhorem suas práticas pedagógicas.
Informações e Inscrições:

domingo, 15 de maio de 2011

Revista Tamoios



Prezados professores e professoras e com satisfação e alegria que anunciamos mais um número da revista Tamoios.  Acessem e ajudem a divulgar. http://www.e-publicacoes.uerj.br/ojs/index.php/tamoios
Boas leituras
Andrelino Campos

LA CIUDAD MESTIZA: METRÓPOLIS LATINOAMERICANAS ATRAPADAS ENTRE LA GLOBALIZACIÓN Y LA INCLUSIÓN SOCIAL

Pablo Ciccolella

MEIO TÉCNICO,TECNOLOGIA E TECNOBREGA: A CIDADE E A PIRATARIA COMO POSSIBILIDADES

Fábio Tozi

PERSPECTIVAS SOBRE A ECONOMIA SOLIDÁRIA E A PRODUÇÃO DO ESPAÇO GONÇALENSE

Maíra Vieira do Vale

O CIRCUITO INFERIOR NO CENTRO DE SÃO PAULO FRENTE ÀS DINÂMICAS DA GLOBALIZAÇÃO E AO USO CORPORATIVO DO TERRITÓRIO

Marina Regitz Montenegro

IMPLANTAÇÃO DA COMPANHIA SIDERÚRGICA DO ATLÂNTICO NA BAÍA DE SEPETIBA-RJ

Patrícia Santiago Pato

AS POPULAÇÕES DE RUA NAS GRANDES METRÓPOLES: REFLEXÕES SOBRE TENSÕES, CONFLITOS E TERRITORIALIDADES NOS ESPAÇOS PÚBLICOS

Igor Martins Medeiros Robaina



Sentido das coisas

Geraldiny Malaguti



VI Encontro Iberoamericano de Educação/ VI Encuentro Iberoamericano de Educación Faculdade de Ciências e Letras – UNESP –Campus de Araraquara De 26 a 29/10/2011



CALENDÁRIO
DIVULGAÇÃO: de 28/04 a 08/08/2011
INSCRIÇÕES: de 02/05 a 08/08/2011

26/10/2011 – quarta-feira
Das 9 às 12 e das 14 às 17 horas: Credenciamento e entrega de materiais
18 horas: Abertura Oficial
19h30: Conferência Inaugural
27/10/2011 – quinta-feira
Das 8 às 9 horas: Apresentação de Pôsteres
Das 9 às 12 horas: Mesas Redondas
“Educação especial”; O contexto da Educação Infantil em processo de transição e vínculo com o Ensino Fundamental e a Família”; Sexualidade, gênero e educação sexual”; “Ensino Superior e Contemporaneidade” “Educação e Direitos Humanos na contemporaneidade”.
Das 13h30 às 17h30 e das 19h30 às 22h30: Mini Cursos
1. DCN para educação para as relações étnico-raciais e aspectos relativos a gestão da escola;
2. Educação democrática na escola: propostas de desafios;
3. Os conflitos nas relações de trabalho e a gestão heterônoma da pós-graduação;
4. Paradigmas de pesquisa em educação e a relação teoria e prática;
5. Lousa digital na educação: interagindo com o conteúdo;
6. Formação de leitores;
7. Prática de leitura e cursos de formação de professores;
8. Trajetórias de vidas: implicações na formação e prática docente de professores de educação física;
9. Infância, experiência e sentidos para o fazer educativo;
10. Sexualidade, gênero e educação sexual: uma introdução;
11. Atendimento educacional especializado: como planejá-lo;
12. Organização da escola inclusiva: o projeto político pedagógico, a sala de aula o aluno;
13. Transição da Educação Infantil  para o  Ensino Fundamental de nove anos: práticas educativas  da família, da escola e as relações entre estes contextos;
14. Educação Infantil e Ensino Fundamental de 9 anos: um vínculo permeado pela expressão de diversas linguagens;
15. Ensino superior, tecnologia e os avanços no panorama internacional;
16. Culturas, diversidade e direitos humanos na educação;
17. Reflexões sobre ética, moral e educação na atualidade e
18. Direitos humanos, gênero e etnia na escola.
28/10/2011 – sexta-feira
Das 8 às 9 horas: Apresentação de Pôsteres
Das 9 às 12 horas: Mesas Redondas
Formação do educador, trabalho docente e práticas pedagógicas”; Novas tecnologias de informação e comunicação em educação”; “Pesquisa e avaliação educacional”; “Gestão educacional: caminhos possíveis para uma educação pública de qualidade”.
Colóquio “Tecnologias de Informação e Comunicação Aplicadas na Educação Sexual”
Das 14 às 18 horas: Apresentação de Comunicações
Eixos Temáticos:
Política e Gestão Educacional; Pesquisa e Avaliação Educacional; Novas Tecnologias de Informação e Comunicação em Educação; Formação do Educador, Trabalho Docente e Práticas Pedagógicas; Educação Sexual, Gênero e Valores; Educação Especial; Educação Infantil; Educação Superior e Educação e Direitos Humanos.
19h30Conferência Final
21h: Encerramento
21h30: Entrega de certificados


Maiores informações:
http://iage.fclar.unesp.br/eide/


Cartaz do VIII CBPD


Para divulgar entre os contatos.
Cartaz do VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO .
Para Impressão:
https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=explorer&chrome=true&srcid=0B1A5--K3ahFJODA4ZmFiZDgtY2FlNi00NDgxLWE5MTgtNTk2MGU5YWZhOGE4&hl=en

quarta-feira, 11 de maio de 2011

domingo, 8 de maio de 2011

Compartilhando Nota de Campo



Eis uma nota de campo enviada para ser compartilhada com todos.!
Nota de Campo
Local: CAIC de Linhares 
Autor: Efigenia Viana do Carmo

Não poderia deixar de relatar aqui o episódio ocorrido na manhã do dia 03/05/2011...
Estávamos eu e a professora de Ed. Física organizando as três turmas do 1º ano no refeitório para iniciarmos o recreio no campo... As crianças nos acompanharam naquele movimento de praxe: Empurra na fila, tropeça no colega, bebe o resto do suco, cata merenda da caixa... Excepcionalmente nesse dia uma aluna chorava com dor de garganta, o que me fez liberar os alunos para brincarem próximo ao parquinho enquanto a atendia..
Depois de encaminhar a aluna à secretaria notamos algo diferente no recreio, ao invés da corrida de sempre, os alunos se aglomeraram em torno de algo que, de onde nós estávamos, não dava para saber o que era.. 

Pensei: “Estão quietos demais..” 

Fui até eles. E estavam ali 52 crianças observando um monte de penas e partes de uma pombinha... Tirá-los de perto foi difícil, muita curiosidade.. Eu juntava dez de um lado, corria os outros 42 do outro e voltavam a "cena do crime..." Como não havia médico legista ou algum perito no local, chamamos 1 funcionária para recolher os restos mortais da pomba... Enquanto a professora de Ed. Física foi buscar uma funcionária, fui interpelada pelas 52 crianças a respeito do ocorrido.. Estavam consternados.. E todos queriam saber como a pomba morreu, onde estava o resto da pomba, cadê a cabeça, o que é gavião, se gavião come criança, que cor é, quantas pombas come por dia... Foram muitas perguntas, se eu estivesse no show do milhão teria sido arrasada, porque não tem neurônio matinal que agüente a argüição ininterrupta desses meninos..
 
E eu pensando: “Cadê a professora? Cadê a funcionária, eu não sei quantas pombas o gavião come por dia... Socorro!!!!!”

Respondida 90% das perguntas (os outros 10% eu pulei porque não sabia na hora, fiquei de pesquisar e responder depois) e retirados os restos mortais da pomba, feita toda a higienização do local,  nós liberamos os alunos para o recreio. Num primeiro momento todos ficaram procurando as outras partes da pomba... O que foi estranho... Não encontrando, se dividiram em brincadeiras variadas... Mas uma delas nos chamou a atenção:

Um grupo de crianças gritava: “Nós somos as pombinhas” e um dos alunos esticando a blusa como se fosse asas gritava: “Eu sou o gavião...” E saiam correndo gritando: “Eu sou a pombinha, o gavião quer me pegar..” E assim passaram todo o recreio brincando de gavião e pombinha... Quem inventou essa brincadeira? Sinceramente não sei. Mas que deve ter sido assim que surgiram brincadeiras como Corre cutia, Cobra cega, gato e rato... Há isso não tenho dúvidas! Ri muito! Não vou esquecer nunca!

VOCÊS SÓ ME DÃO ALEGRIA!!!!

GRUPECI - Seminário de Grupos de Pesquisas sobre Crianças e Infâncias.



Criado com o objetivo de reunir os Grupos de Pesquisas sobre  crianças e infâncias, o I GRUPECI ocorreu entre os dias 25 e 27 de setembro de 2008, na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora, foram mais de 350 participantes inscritos, sendo muitos de diversas instituições de ensino superior do Brasil. O II GRUPECI ocorreu entre os dias 08 e 10 de setembro de 2010, na UERJ Maracanã, reunindo também um grande número de participantes.
A III versão do evento será em Aracaju, no ano de 2012. Em breve maiores informações.
As Imagens acima são os logos dos respectivos encontros.

II SIMPOSIO INTERNACIONAL Encuentros etnográficos con niñas, niños, adolescentes y jóvenes en contextos educativos


Universidad de La Salle
Bogotá – Colombia
24 y 25 de Octubre de 2011


OBJETIVO
Se espera reunir trabajos etnográficos que describan como niñas, niños, adolescentes, adolescentes y jóvenes se involucran en las dinámicas sociales, educativas, políticas y culturales; y como ejercen su capacidad de agencia para proponer posibles alternativas de transformación de sus identidades y de sus dinámicas cotidianas.
LÍNEAS TEMÁTICAS
Espacios, tiempos y vida cotidiana
Construcción cultural de identidades
Praxis política y formación ciudadana en contextos educativos
Lenguaje y procesos sociales
Praxis etnográfica

CRONOGRAMA:
Resumos: 31 de maio de 2011.
Trabalhos Completos: 30 de setembro de 2011.


CONTATO:

Maiores Informações:


quarta-feira, 4 de maio de 2011

Obras de Fernando Vicente -Série Atlas

Acesse as obras de Fernando Vicente, Série Atlas. São imagens fantásticas.
Acesse aqui:
http://fernandovicenteatlas.blogspot.com/

I SEMINÁRIO SOBRE INFÂNCIA, JUVENTUDE E POLÍTICAS PÚBLICAS: DESAFIOS NA ARTICULAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA


As Inscrições para participação e Submissão de Trabalhos no I SEMINÁRIO SOBRE INFÂNCIA, JUVENTUDE E POLÍTICAS PÚBLICAS: DESAFIOS NA ARTICULAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA já estão abertas. O Evento acontecerá entre os dias 27 e 29 de junho, no Campus I, da Universidade Federal da Paraíba.

No site http://www.cchla.ufpb.br/nupedia/index.php/seminario.html encontram-se as informações sobre Inscrição, Eixos Temáticos, Modalidades de Trabalho, Normas e Prazos. Os trabalhos podem ser enviados até 06/05.


domingo, 1 de maio de 2011

V Seminário de Educação Inclusiva e I Encontro de Africanidades Brasileira.


Entre os dias 09 e 13 de maio, ocorrerá de forma conjunta o "V Seminário de Educação Inclusiva e I Encontro de Africanidades Brasileira" no município de Juiz de Fora. Maiores informações no Centro de Formação de Professores da Secretaria de Educação.

Clique nas imagens para ampliar e ver a programação completa.