quarta-feira, 24 de abril de 2013

Projeto Raiz das Imagens


Retrato n.Educação.krahô from Edu Yatri Ioschpe on Vimeo.

Raiz das Imagens é um projeto que tem como objetivo conscientizar o indivíduo indígena através de uma auto-reflexão, difundir seu modo de vida, ensinar os instrumentos audiviosuais e documentar a realidade atual e as origens da cultura indígena bem como as mezclas na raiz cultural brasileira, utilizando como instrumento de diálogo o cinema e ferramentas audiovisuais.

Para tanto, buscamos apoio junto a instituições não-governamentais, editais, coletivos e pessoas físicas com a finalidade de seguir documentando, recuperando tradições e trabalhando para a união e força das diversas etnias brasileiras. 

Visite o site:

Apoie o projeto!



www.catarse.me/pt/raizdasimagens- See more at: http://www.raizdasimagens.org/#sthash.Q3JVIBaz.dpuf

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Infância latinoamericana



Suscriptora y suscriptor de in-fan-cia latinoamericana

Como sabes, los siete primeros números de la revista están a tu disposición. Esperamos que finalmente el acceso sea fácil, que puedas entrar desde cualquier ordenador e imprimir si lo deseas una o más páginas sin dificultad alguna. Te recordamos que es necesario volver a registrarte en la web para tener libre acceso a todas las revistas.

Gracias por tu interés y por contribuir a hacer realidad este sueño, de relación entre tantos países de Latinoamérica y el Caribe.

Si lo consideras oportuno, puedes dar a conocer esta revista gratuita a tantas personas que, como tú, están interesadas en la educación de la infancia de 0 a 6 años.

Para facilitarles el acceso a la suscripción puedes mandarles el siguiente enlace:
http://www2.rosasensat.org/es/revistes/infancia-latinoamericana

Tu difusión de la revista permitirá que entre todos formemos una gran red de intercambio y de defensa del derecho a una educación de cualidad para toda la primera infancia.

Revista Infancia

segunda-feira, 15 de abril de 2013

JE 'A quelle discipline appartiennent les enfants" Paris, 23-24 mai


Five fully funded PhD candidate positions in Human Geography

Up to five fully funded PhD candidate positions at the Department of Social and Economic Geography, Uppsala University, Sweden. Application no later than May 2, 2013.

Applications are invited for 4-5 fully funded positions at the department’s PhD/Doctoral program in Social and Economic Geography. The positions are available from the 1st of September 2013 and offer full funding for four years.

Uppsala University, founded in 1477, is Scandinavia's oldest university, and one of the largest with more than 40 000 students. The University is among the foremost research environments in Europe and has extensive library facilities and data resources. It grants around 300 doctoral degrees each year (see www.uu.se). The University is located centrally in lively and historic Uppsala, Sweden’s fourth largest city, and only 68 km north of the capital, Stockholm.

Current research directions and areas of expertise at the department:

Economic Geography, in particular Creativity, Innovation Industry and Regions in Change
Urban and Social Geography including Gender and Ethnicity Perspectives
Geographies of Children and Youth
Spatial Planning, Sustainability and Regional Development
Landscape Development and Rural Transformation
Migration and Mobility
For more information, please refer to:
http://www.uu.se/jobb/phd-students/annonsvisning?languageId=1&tarContentId=239945

The deparment's website: www.kultgeog.uu.se

You are welcome to submit your application no later than May 2, 2013.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Lançamento da Revista "Infância"

"Prout aponta que um dos grandes problemas é que se cria um lugar para a infância marcado pelas dicotomias que afligem os diferentes saberes e a própria Sociologia moderna. Essas oposições, apesar de terem propiciado (e continuam propiciando) a produção de muitos estudos, são marcadas por desencontros entre estrutura e agência (tradução da palavra inglesa agency, indicada para designar não apenas a capacidade de ação da criança, mas também seus efeitos), natureza e cultura, ser e devir. Afirma a necessidade de se ir além dessas fronteiras que se opõem como margens situadas em diferentes cantos, que negam comunicações entre si, eliminam pontos de encontro, mediações entre as oposições e que, ao se portarem dessa forma, eliminam aspectos fundamentais que formariam as infâncias contemporâneas." ( Borba e Lopes) - Texto retirado da revista.


Chegou essa semana às bancas brasileiras a revista "Infância" da Editora Segmento, são diversos textos abordando os teóricos contemporâneos e seus estudos sobre as crianças e suas infâncias.
Vale conferir.
Eis o índice da revista:


Novas perspectivas para o estudo da infância
por Teresa Cristina Rego
Pesquisadores se esforçam para entender a infância a partir da ideia de que ela é
uma construção histórica e social e não apenas um conceito ligado à imaturidade
biológica

Manuel Jacinto Sarmento
A emergência da Sociologia da Infância em Portugal
por Ana Cristina Coll Delgado
Escutar o ponto de vista das crianças é reconhecer a competência, a
participação e o protagonismo delas nas cidades, em decisões políticas,
pesquisas, ciência, educação e espaços sociais

 Alan Prout
Novas formas de compreender a infância
por Angela Meyer Borba e Jader Janer Moreira Lopes
Hoje se reconhece a complexidade do fenômeno, dado o seu caráter híbrido,
a heterogeneidade da vida social, as redes e mediações de elementos que
entram nessa composição, sem separar pessoas e coisas, natureza e cultura

 William Arnold Corsaro
O futuro da infância é o presente
por Fernanda Müller e Ana Maria Almeida Carvalho
Há mais de 30 anos, o sociólogo defende que compreender as crianças
depende da realização de pesquisas com elas e contribui para a reflexão
sobre práticas pedagógicas

Régine Sirota
Novo ator no campo social
por Anete Abramowicz
A criança era uma espécie de fantasma para a sociologia, mesmo presente
nas políticas públicas. A sociologia da infância quer ver a criança não só como
um vir a ser, um devir, mas como um componente estrutural da sociedade

Jens Qvortrup
A infância como fenômeno social
por Maria Letícia Barros Pedroso Nascimento
Crianças são sujeitos sociais, que produzem mudanças nos sistemas em
que vivem. As forças políticas e socioeconômicas influenciam essas vidas ao
mesmo tempo que as crianças influenciam o cenário social, político e cultural

Gilles Brougère
O brinquedo e a produção cultural infantil
por Tizuko Morchida Kishimoto
É preciso buscar formas complexas de educação, que coloquem no
mesmo espaço as formas lúdicas e educativas, mas que se tenha
clareza sobre os atributos de cada uma

Loris Malaguzzi
Por uma nova cultura da infância
por Ana Lúcia Goulart de Faria e Adriana Alves Silva
Baseada na inovadora concepção de pedagogia da escuta, das relações
e das diferenças, a educação infantil pode ser um espaço agradável
para crianças, famílias e professoras/es

JORGE LARROSA
Pedagogia profana
por Flávia Schilling
A criança é um presente inatual, intempestivo, que nos questiona
e carrega consigo o imprevisível. Ao colocar lado a lado a figura da
criança e da educação, deparamos com a “descontinuidade”

 Tullia Musatti
Uma infância melhor
por Tatiana Noronha de Souza e Maria Clotilde Rossetti Ferreira
A educação infantil deve oferecer um ambiente que possibilite
experiências significativas. Para que os adultos facilitem a interação
entre as crianças, eles precisam saber como as crianças aprendem

Matthew Lipman
A filosofia na formação das crianças
por Walter Omar Kohan
Por meio da filosofia, é possível ajudar as crianças a pensar de forma
crítica, criativa e cuidadosa sobre si mesmas e o mundo que as rodeia