terça-feira, 5 de julho de 2011

II Colóquio do Grupo de Estudos e Pesquisas em Geografia da Infância/ II Encontro do GRUPEGI/GPPIN – PROCAD Novas Fronteiras: "A Teoria Cultural-Histórica, as Crianças e suas Espacialidades" - Postagem IV




Universidade Federal Fluminense/ PROPPI/Programa de Pós-Graduação da UFF/Creche UFF
Universidade Federal do Mato Grosso/Programa de Pós-Graduação da UFMT
Grupo de Pesquisa e Estudos em Geografia da Infância - GRUPEGI
Grupo de Pesquisas em Psicologia da Infância – GPPIN
CAPES/CNPq/FAPERJ
PROCAD Novas Fronteiras

Entre os dias 15 e 17 de junho ocorreram as atividades do II Colóquio do Grupo de Estudos e Pesquisas em Geografia da Infância/ II Encontro do GRUPEGI/GPPIN – PROCAD Novas Fronteiras, cujo o tema foi "A Teoria Cultural-Histórica, as Crianças e suas Espacialidades". A partir de hoje vamos postar informações e imagens do evento.

No dia 16 de junho ocorreu a conferência da Professora Zoia Prestes com a temática " As traduções de Lev Semionovitch Vigotski no Brasil: Repercursões no campo educacional. A vida desse autor foi discutida em outra conferência à noite, destinada ao alunos e alunas do curso de Pedagogia. A professora nos trouxe uma intensa reflexão sobre as teorias  e a necessidade de revisão de alguns conceitos abordados por Vigotski e seu grupo. A seguir algumas imagens e trechos de sua tese:

Professora Zoia Prestes




"Portanto, defendemos que a tradução que mais se aproxima do termo zona
blijaichego razvitia é zona de desenvolvimento iminente, pois sua característica
essencial é a das possibilidades de desenvolvimento, mais do que do imediatismo e da
obrigatoriedade de ocorrência, pois se a criança não tiver a possibilidade de contar com a
colaboração de outra pessoa em determinados períodos de sua vida, poderá não
amadurecer certas funções intelectuais e, mesmo tendo essa pessoa, isso não garante, por
si só, o seu amadurecimento"

"Como vimos anteriormente, a palavra obutchenie possui características diferentes da
palavra aprendizagem. Mais que isso, obutchenie é definida pela teoria de Vigotski e seus
seguidores (A.N.Leontiev, D.B.Elkonin e outros) como uma atividade-guia, assim como a
brincadeira o é anteriormente à atividade obutchenie. Para as teorias de aprendizagem, a
aprendizagem é um processo psicológico próprio do sujeito. Para Vigotski obutchenie é
uma atividade, atividade essa que gera desenvolvimento e, por isso, deve estar à frente do
desenvolvimento e não seguindo o desenvolvimento como uma sombra."

"A defesa de que a palavra retch está muito mais relacionada à fala e não à
linguagem pode ser feita baseando-se apenas em dicionários. Mas, ao aprofundarmos os
estudos de suas obras, descobrimos que Vigotski refere-se à relação entre o pensamento e
a fala, ou seja, algo expresso oralmente ou de forma escrita. Para Vigotski a fala e o
pensamento são dois processos psíquicos distintos, singulares e separados, que, em um
certo momento do desenvolvimento (ontogênese), unem-se, dando lugar à unidade
pensamento e fala que é o pensamento verbal."


No dia 17 de junho, ocorreu o encerramento das atividades do Colóquio com a participação da Profa. Zoia Prestes na  formação continuada da Creche UFF, o tema foi "A Educação infantil em Moscou". Após a fala e debate, a profa. Dominique, coordenadora da Creche UFF, ofereceu um almoço para toda  equipe na própria creche.  

 
Profa. Ana Paula, Profa. Vitória Pardal, Prof. Jader Janer, Profa. Bernadette Mourão,  Profa Tânia de Vasconcellos, Profa. Angela Borba, Profa. Zoia Prestes.








Profa. Dominique Colinvaux - Coordenadora da Creche UFF




Fotos: Luiz Miguel Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário