sábado, 29 de dezembro de 2012

QUANDO CRIANÇAS E DINOSSAUROS SE ENCONTRAM: UMA EXPERIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICO-CULTURAL NA CRECHE UFF

"Quem passasse por aquele pelo campo gramado próximo ao prédio da Educação Física do Campus do Gragoatá da Universidade Federal Fluminense, talvez não entendesse o que estava acontecendo. Estavam reunidos ali um grupo de crianças de aproximadamente 04 anos mais alguns adultos. Elas corriam para um lado e para o outro, brincavam de pegar umas às outras, em um determinado momento esticaram uma longa fita métrica e depois foram deitando ao lado dela, uma após outra, pareciam usar os seus corpos para medir algo, para calcular alguma extensão.

No âmbito de uma Universidade, não é comum observar-se crianças produzindo conhecimentos, talvez sequer observar-se a presença de crianças. Como a visão que temos hegemonizada é da criança como um sujeito pré-científico, parece no mínimo estranha a cena, já que se tratava de crianças construindo conhecimentos ativamente, colocando-se como sujeitos do/no diálogo com adultos, mediados pelos problemas e utilizando ferramentas cognitivas, nesse caso além das fitas métricas, seus próprios corpos.

Para compreender o que estava acontecendo ali, faz-se necessário recuar no tempo alguns dias e situar-se num outro local diferente desse. Esse local é a creche da Universidade Federal Fluminense, uma unidade de educação infantil, situada no mesmo campus descrito no parágrafo anterior, localizada na cidade de Niterói, cidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. (...)"

Essa é a introdução do texto "QUANDO CRIANÇAS E DINOSSAUROS SE ENCONTRAM: UMA EXPERIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICO-CULTURAL NA CRECHE UFF" de autoria de Jader Janer e Marissol Barenco. O artigo faz parte do livto "A teoria da atividade sócio-histórico-cultural e a escola: recriando realidades sociais", organizado por Fernanda Coelho Liberali, Elaine Mateus e Maria Cristina Damianovic (Pontes Editora, Campinas, 2012). É um relato de uma experiência ocorrida na Creche UFF com as crianças do Grupo 02, que tem entre 03 e 04 anos de idade,  a partir da teoria histórico-cultural (de Vigotski e seus colaboradores) discute-se a produção de conhecimentos por crianças pequenas, a significação conceitual e claro, as transformações na forma de ser e estar no mundo dos envolvidos nesse projeto.

É um ótimo relato para se refletir sobre os saberes que se constroem na Educação Infantil, sobre as diferentes pessoas envolvidas num trabalho como esse e as possibilidades da teoria, organizada pelo grupo de psicólogos soviéticos, ser aplicada na prática cotidiana.




sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Mapas Narrativos

Quando eu era criança a vida era difícil...criança tinha que trabalhar...a gente trabalhava na roça, ajudava em casa, buscava lenha, carregava na cacunda mesmo...punha a lenha na cacunda e andava muito...ia descalço sem sapato..chinela...brincar....era quando sobrava tempo...se sobrava...mas o bom era que o mundo era nosso...a gente brincava em qualquer lugar...no terreiro da casa, na rua...ia para o meio da mata, nos altos dos morros...tudo era lugar de criança, tudo virava brinquedo..a gente pegava chuchu e fazia aqueles monte de boi, o caroço de manga era nossos bichos ou virava malha para derrubar as latas que a gente empilhava... (risos)... (Sr. Roque Lopes, 72 anos, nota de campo expandida de 1997).

As memórias acima descritas falam de um tempo de criança, um tempo onde a datação cronológica é imprecisa, “lá pelos idos de...”, sem certezas do tempo, mas com vivências espaciais onde o mundo era das crianças, tudo era lugar de criança... “criança podia ficar livre...solta..andava por todos os cantos...”
Lembranças resgatadas nas narrativas, que cartografam um momento de ser criança em território brasileiro, mais precisamente no interior da Zona da Mata Mineira. Nessa cartografia evidenciam-se os fazeres, os lugares, o cotidiano, o mundo vivido.
É dessas temáticas que este texto trata. Procuramos dialogar com uma proposta de pesquisa intitulada Mapas Narrativos (Narrative Landkarten), aporte teórico-metodológico sistematizado pelos pesquisadores do Siegener Zentrum für Sozialisations-, Lebenslauf- und Biografieforschung (SIZE) da Universität de Siegen, na Alemanha, cujas estratégias pretendem desvelar e compreender o “Mundo
Vivido dos Sujeitos” (Lebenswelt).

Trecho do texto "Mapas Narrativos e espaços de vivências: cartografando os lugares de infância". Publicado no livro Infâncias e Crianças : lugares em diálogos. O texto tem como autoria Jader Janer e aborda as pesquisas desenvolvidas no GRUPEGI. Maiores detalhes do livro nesse blog.

Geografares publica nova edição

Caros leitores,

A revista Geografares acaba de publicar seu último número, disponível em
http://www.periodicos.ufes.br/geografares. Convidamos a navegar no sumário
da revista para acessar os artigos e outros itens de seu proveito.

Agradecemos seu constante interesse em nosso trabalho,
Claudio Zanotelli
Universidade Federal do Espirito Santo
clzanotelli@yahoo.com.br

Geografares
Nº 13
Sumário
http://www.periodicos.ufes.br/geografares/issue/view/328

Conselho Editorial

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

CfP: "Which discipline do children belong to? Crossroads in research on childhood"

Dear collegues,
The "“Sciences of childhood, Sciences of children” Group is pleased to announce
an international two-day workshop, entitled "Which discipline do children belong to? Crossroads in research on childhood", will be held in Paris on the 23th and 24th of May 2013. Enclosed you will find the Call for Paper.

The workshop will be held at Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS), Salle Lombard, 96, bd. Raspail. Please submit 500 to 600 words abstracts in English or French for proposed papers by 15th January 2013 on the website http://jediscenf2013.sciencesconf.org. Notification of acceptance of paper will be sent by the end of February. Feel free to contact the organization committee for any information at sciencenfance@gmail.com.

Please, send this call to whoever might be interested in contributing to the workshop.
Thank you in advance,

Regards,
The organizers
Alice Sophie Sarcinelli
doctorante en anthropologie
Institut de Recherche Interdisciplinaire sur les Enjeux Sociaux (Sciences sociales, Politique, Santé)
École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris
Médecins du Monde

http://iris.ehess.fr/document.php?id=824



Bonjour,

Veuillez trouver en pièces jointes un appel à communications (en français et en anglais) pour deux journées d'étude internationales organisées les 23 et 24 mai 2013 à Paris intitulées : À quelle discipline appartiennent les enfants ? Croisements, échanges et reconfigurations de la recherche autour de l'enfance.

Ces journées se dérouleront à l'EHESS (Salle Lombard - 96, bd. Raspail). Les propositions sont à déposer sur le site dédié à cette manifestation (http://jediscenf2013.sciencesconf.org/, onglet "déposer") avant le 15 janvier 2013.

Pour toute question, vous pouvez directement contacter les organisateurs à cette adresse : sciencenfance@gmail.com

Merci de diffuser cette annonce dans vos réseaux et auprès des personnes qui pourraient être intéressées.

Bien cordialement,
Les Organisateurs

domingo, 16 de dezembro de 2012

Livro Infâncias e Crianças: lugares em diálogos


No "Seminário de Educação 2012" ocorrido na UFMT, foi lançado o livro Infâncias e Crianças: lugares em diálogos, organizado por Daniela Freire e Jader Janer. 

"E esse livro é mais uma criação, uma proposta de conversar com o leitor sobre as crianças e as infâncias que se presentificam em nossos espaços e tempos. Fruto de uma parceria entre os grupos de pesquisas “Grupo de Pesquisas em Psicologia da Infância - GPPIN” da Universidade Federal do Mato Grosso, e do “Grupo de Pesquisas e Estudos em Geografia da Infância - GRUPEGI” da Universidade Federal Fluminense, possível a partir do financiamento concedido pelo programa “PROCAD - NOVAS FRONTEIRAS”, criado e mantido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior- CAPES.
Esse programa tem permitido que desde o ano de 2010, início do fomento,nossos grupos compartilhem seus trabalhos de estudos, pesquisas e extensões em diferentes instituições que recebem crianças pequenas, sobretudo na cidade de Cuiabá e Niterói, a partir do estabelecimento de projetos comuns e colóquios ocorridos semestralmente em nossas universidades.
E foi com o intuito de ampliar esse diálogo que convidamos diversos pesquisadores da área da infância que, ocupando diferentes lugares, pretendem trazer reflexões sobre suas pesquisas com crianças e as experiências vivenciadas em diversos locais.
Reunimos aqui um conjunto de textos que tem esse intuito, não de se tornarem construtos fechados, mas ampliar com o debate e contribuir com nossas atividades e dos demais colegas a partir de seus campos de conhecimentos e localidades de trabalhos. Por isso o leitor irá encontrar aqui palavras que se aproximam, às vezes se afastam, pesquisas iniciadas recentemente, outras com mais tempo de atuação, trabalhos cotidianos, reflexões metodológicas e teóricas, diferentes inquietações, mas todas compartilhando os estudos com crianças. É assim que encontramos Ana Lúcia Adriana Costa, Adolfo Pizzinato, Ana Rosa Picanço Moreira, Andressa Botton, Christyne Gomes Toledo de Oliveira, Dolores Galindo, Elizabeth Figueiredo de Sá, Érica Nayla Harrich Teibel, Elizabeth Tunes, Flávia Almeida Turrini, Jaqueline de Fátima Ribeiro, Kely Maria Pereira de Paula, João Pedro Ce, Leonardo Lemos de Souza, Márcia Santos Ferreira, Marissol Barenco de Mello, Marlene Neves Strey, Morgana Moreira Moura, Tânia de Vasconcellos, Raquel Gonçalves Salgado, Rodrigo de Oliveira Machado, Sônia Regina Fiorim Enumo, Tatiane Lebre Dias, Vera Vasconcellos, Zoia Prestes, e nós mesmos, que juntos trazemos uma diversidade de temas que formam as páginas aqui presentes.

Publicado pela editora da UFMT. Contatos:
Editora da Universidade Federal de Mato Grosso
Av. Fernando Correa da Costa, 2.367.
Boa Esperança. CEP: 78060-900. Cuiabá-MT.
Contato:
edufmt@hotmail.com
www.editora.ufmt.br
Fone: (65) 3615-8322 / 3615-8325

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

The European Children's Film Network


The European Children's Film Network is a database service offered by ECFA (European Children's Film Association). The databases for this network we started after the "1st European Conference on the Distribution of Films for the Young Audience", that we organised in November 1999 at Konstanz/Germany in cooperation with Bundesverband Jugend und Film (BJF), the German federation of film clubs for children and young people.

These databases are meant as a sources of information on European high-quality films for children and young people in order to help to improve their distribution and the marketing all over Europe and to other continents as well.

The website was started in 1999, so we cover most films for children that were produced in European countries since that year, including some films that were produced a few years earlier, but appeared at festivals or in distributions in 1999 or later.

The maintaining of these databases is a service provided by ECFA and not funded by nobody else. So there is no big staff behind this website, but the work of a few individuals. Therefore we can not claim to be perfect. If you miss something or you find some incorrect information or you miss a certain film please let us know and we will improve it. But first we hope you find here what you are looking for.

http://www.ecfaweb.org/network.htm

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Simpósio Temático 43: Feminismo e Creche: desafios atuais para uma educação descolonizadora


Convidamos a tod@s para participarem do Simpósio Temático 43: Feminismo e Creche: desafios atuais para uma educação descolonizadora, do Seminário Internacional Fazendo Gênero 10 - Desafios Atuais dos Feminismos, que se realizará em Florianópolis, Santa Catarina, entre 16 a 20 de setembro de 2013.
As inscrições para apresentação de trabalhos nos Simpósios Temáticos e para inscrições de Pôsteres estão abertas até o dia 20 de março de 2013.

Mais informações,
http://www.fazendogenero.ufsc.br/10/